Política com Farelos de Soja

Antagônicos? no passado

O terceiro secretário da Mesa Diretora da Câmara dos Deputados, João Henrique Caldas (PSB/AL),  foi pedir as bençãos ao presidente eleito Jair Bolsonaro. Na pauta, na casa de Bolsonaro, no Rio de Janeiro, Caldas conversou sobre sua candidatura à Presidência da Câmara.
 
Segundo Caldas, o deputado que quiser presidir a Câmara precisa dialogar com todos os partidos.

 

Não identifica nem com oração forte.

 

O TRE-BA ordenou que o partido Avante, presidido na Bahia pelo deputado federal eleito Pastor Sargento Isidorio, pague multa de R$ 42.368,68 por causa de irregularidades no fundo partidário.

O juiz eleitoral Freddy Carvalho Pitta Lima deu 15 dias para que o diretório da sigla na Bahia recolha o valor ao Tesouro Nacional, “referente aos recursos de origem não identificada, em face das irregularidades relativas à comprovação dos gastos com recursos do fundo partidário”. 

 

 

O cabelo bom

 

Moradores do Morada Nova em Formosa do Rio Preto, ou como alguns chamam,  Conjunto Neo Babilônia, de tão mal feito que foi, reuniram-se com alguns vereadores e líderes políticos da oposição que eram complacentes da gestão a época. Na pauta querem uma solução para os problemas deixado pelo ex-prefeito conhecido como “Manelin Cabelo Bom”.

Assim é fácil!

Depois  que deixou de ser prefeito, Manoel Afonso, foi morar em um condomínio de alto luxo, de classe alta, deixando seu pequeno AP de dois quartos no bairro de classe média-média.

Dizem que  ele ainda quer voltar a ser prefeito. Se não ele, a esposa. Se não a esposa, a filha.

 

Hotel Paris

 

Existia uma época que todo prefeito do oeste da Bahia, se hospedava no Hotel Paris, nas cercanias da Praça Castro em Salvador. Até metade da década  de 1970 as redondezas da praça do poeta era um luxo só. Já no início de 1980, início da decadência, um certo prefeito oestino, hospedado no dito cujo,  resolveu andar pela vizinha  Ladeira da Montanha, reduto das moças de fino trato e se encantou por uma mulata, alta, cabelo bom, tipo cabo verde, mais de um metro e oitenta e voz forte. Levou ao Paris, chegando lá descobriu que comprou gato por lebre. Não pagou a “moça”. Só o prejuízo por ter quebrado o hotel. Dizem que morreu de arrependimento. Da conta e da oportunidade.

Pagou caro!

Os serviços da “moça” eram mais em conta e mais prazeroso.

 

 

Sobre Darlan Alves Lustosa 3425 Artigos
Texto sobre o administrador do site.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.