‘Fazer reunião para a turma comer acarajé?Governo federal cancela evento da ONU em Salvador

Ricardo Salles,Ministro do Meio Ambiente Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom | Agência Brasil

O governo federal decidiu cancelar um evento da Organização das Nações Unidas (ONU) que aconteceria em Salvador entre os dias 19 e 23 de agosto.

O encontro, organizado pela Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudança do Clima (UNFCCC), é um dos eventos preparatórios da Conferência do Clima (COP25), que será realizada em dezembro em Santiago. Inicialmente, o Brasil foi eleito país-sede para a convenção, mas no final do ano passado, a pedido do presidente eleito Jair Bolsonaro, o governo federal desistiu de receber a cúpula, alegando que precisaria gastar até R$ 500 milhões em sua realização.

Em entrevista ao O Globo,o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, disse que o evento tem “pauta distinta” da defendida pelo governo Bolsonaro. “Nós não aceitamos receber porque é uma ação na esteira da COP25. Nõa faz sentido receber um evento da conferência do Clima se não vamos sediá-la”, disse.

Em entrevista ao G1, Salles foi ainda mais longe e disse que, manter o evento, seria uma “oportunidade” apenas para a turma “fazer turismo em Salvador” e “comer acarajé”.

“Vou manter um encontro que vai preparar um outro, que não vai acontecer mais no Brasil, por quê? Não faz o menor sentido, vai para o Chile! Vou fazer uma reunião para a turma ter oportunidade de fazer turismo em Salvador? Comer acarajé?”, afirmou.


Veja mais:

Sobre Darlan Alves Lustosa 3227 Artigos
Texto sobre o administrador do site.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.