Após 9h de júri, acusado de matar mulher em Formosa do Rio Preto é condenado a 11 anos

O homem acusado de matar Wilma Silva Miranda, a época com 27 anos em Formosa do Rio Preto com golpes de faca, em 27 de novembro de 2020, foi condenado nesta sexta-feira (22) a onze anos de prisão durante sessão do Tribunal do Júri realizada no fórum da cidade. (veja aqui)

Segundo a sentença assinada pelo juiz Joel Firmino do Nascimento Júnior, David Ricardo, foi condenado por homicídio qualificado.

LEIA TAMBÉM:

O condenado terá de cumprir sua pena em regime inicial fechado. Após a sessão do júri, o homem foi reconduzido a Conjunto Penal em Barreiras onde já se encontrava custodiado.

O crime

O crime aconteceu no início da manhã de uma sexta-feira, em 27 de novembro de 2020. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – Samu, foi acionado às 05h47 mas a vítima foi levada ao Hospital Municipal Drº Altino Lemos Santiago por terceiros. Ela ainda chegou com vida a unidade de saúde mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O autor fugiu mas uma ação rápida de homens da 86ª Companhia Independente de Polícia Militar – 86ª CIPM o localizou na casa de parentes e foi conduzido para Delegacia Local.

Bahiacidade
Comentários (1)
Adicionar Comentário
  • Raquel

    11 anos é pouco na justiça do Brasil