Tribunal de Contas dos Municípios rejeita as contas 2017 da Câmara de Buritirama

Reprodução

O Tribunal de Contas dos Municípios, rejeitou, na sessão desta quarta-feira (7) as contas do ano de 2017, da Câmara Municipal de Vereadores da cidade Buritirama, no oeste da Bahia. O Conselheiro substituto, Antônio Emanuel de Souza, relator do parecer, aplicou multa de R$ 1,5 mil

As contas da Câmara de Buritirama, de responsabilidade do vereador João Luiz Ramos de Oliveira, foram rejeitadas em razão do descumprimento ao limite de 7% estabelecido para despesas do Legislativo. O gestor promoveu despesas no montante de R$1.631.977,76, ou seja, em valor acima do máximo permitido de R$1.620.987,47.

Além disso, durante a análise, foi identificada a ausência de remessa de dados e informação pelo sistema SIGA, ao TCM.

Cabe recurso da decisão.

 

Sobre Darlan Alves Lustosa 3574 Artigos
Texto sobre o administrador do site.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.