Operação no sul do Piauí destrói carvoarias e aplica quase R$ 60 mil em multas por crimes ambientais em Curimatá, Gilbués, Avelino Lopes e outras cidades

Operação apreendeu madeira, animais e destruiu carvoarias na região Sul do Piauí — Foto: Reprodução/PRF

Operação policial realizada em conjunto  Polícia Rodoviária Federal, Polícia Civil e Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Piauí (Semar) apreendeu 97 toneladas de madeira ilegal, entre elas 12 toneladas de madeira tipo aroeira, extraída sem autorização. Os policiais apreenderam ainda animais silvestres e destruiu duas carvoarias, utilizadas para fabricar carvão com madeira de ipê.

A operação Sustentare foi realizada nos municípios de Avelino Lopes, Júlio Borges, Curimatá, Morro Cabeça do Tempo, Gilbués e Floriano, entre os dias 14 e 20 de novembro.

Os policiais destruíram duas carvoarias clandestinas, utilizadas para a fabricação ilegal de carvão. De acordo com a PRF, as carvoarias utilizavam madeira de ipê. Os policiais apreenderam ainda duas motosserras e duas motos.

Quase cem quilos de madeira ilegal foram apreendidos em operação no Sul do Piauí — Foto: Divulgação/ PRF

A operação resgatou 25 pássaros e nove cotias, animais silvestres que serão reinseridos na natureza. Os policiais apreenderam ainda animais silvestres abatidos, prontos para serem consumidos.

Ao todo cinco pessoas foram detidas e encaminhadas para a Polícia Civil. As apreensões e autuações causaram multas que totalizaram R$ 57 mil, valor que será encaminhado para o Fundo Estadual do Meio Ambiente.


Veja mais sobre o sul do Piauí aqui

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.