Poucas horas após perder os pais em acidente aéreo, Ministério Público Federal divulga que empresário foi denunciado

Divulgação/Corpo de Bombeiros de Minas Gerai
Agência Brasil | Redação

No mesmo dia em que foi denunciado pelo Ministério Público Federal por lavagem de dinheiro e tráfico de influência, o empresário Rodolfo Giannetti Geo perdeu os pais em um acidente aéreo em Jequitaí, no norte de Minas Gerais.

Os pais de Rodolfo, o empresário Adolfo Geo e Margarida Janete Geo, estavam a bordo do jato executivo que caiu na manhã de hoje (26), quando se preparava para pousar em uma fazenda no município mineiro. O piloto e o co-piloto da aeronave também morreram no acidente.

Poucas horas após o acidente, o MPF tornou pública a denúncia contra Rodolfo e o ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva. O MPF acusa o Grupo ARG de ter doado R$ 1 milhão ao Instituto Lula, em 2016, como pagamento ao ex-presidente por ter usado sua influência junto ao governo da Guiné Equatorial para obter vantagens para o grupo empresarial.

Sobre Darlan Alves Lustosa 3452 Artigos
Texto sobre o administrador do site.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.