Crise: Joaquim Levy pede demissão do BNDES

Joaquim Levy | Antonio Cruz/Agência Brasil

Depois que o presidente da República Jair Bolsonaro, disse que a cabeça de Joaquim Levy estava a prêmio, o presidente do Banco Nacional de Desenvolvimento Ecônimo, pediu demissão.Em carta enviada ao Ministro Paulo Guedes, economista disse que espere que ele aceite.

A informação é da Agência Brasil.

“Solicitei ao ministro da Economia, Paulo Guedes, meu desligamento do BNDES. Minha expectativa é que ele aceda”, disse Levy, em mensagem enviada a Guedes.

O economista afirmou que agradece a lealdade, dedicação e determinação de sua diretoria. “Agradeço ao ministro o convite para servir ao País e desejo sucesso nas reformas.”

A saída de Levy do banco pode estimular ainda mais uma crise do governo Jair Bolsonaro.

A CRISE
No sábado (15), o presidente disse estar “por aqui” com o economista. Ele afirmou que Levy estava “com a cabeça prêmio” havia algum tempo.

O estopim, segundo Bolsonaro, foi a indicação de Marcos Barbosa Pinto para a diretoria de Mercado de Capitais do banco. Ele integrou o governo Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Marcos renunciou no sábado (15).

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.