Polícia Federal prende ex-governador do Tocantins

Reprodução: Congresso em Foco

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quinta-feira (26) o ex-governador do estado do Tocantins Marcelo Miranda. Ele foi preso no apartamento funciona da mulher dele, a deputada Dulce Miranda (MDB-TO), que não é investigada.

Ele é investigado por corrupção, peculato, fraudes em licitações, desvios de recursos públicos, recebimento de vantagens indevidas, falsificação de documentos e lavagem de dinheiro.

São cumpridos hoje 11 mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva. São alvos dos mandados de prisão o pai do ex-governador, José Edmar Miranda, e um irmão, José Edmar Miranda Junior.

A Polícia Federal estima que o esquema atribuído ao ex-governador tenha causado prejuízos de mais de R$ 300 milhões aos cofres públicos.

A operação foi batizada como “12º Trabalho”

0 0 voto
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários