Adolescente baiana é resgatada de cárcere privado no Rio de Janeiro

Primo é suspeito de manter a adolescente em em apartamento da capital fluminense

Primo é suspeito de manter adolescente de 17 anos sob cárcere privado no Rio de Janeiro - Imagem: PMRJ

A Polícia Militar do Rio de Janeiro, resgatou ontem (28) uma adolescente baiana, de 17 anos, que viveu sob cárcere privado por quase 4 meses, em um apartamento em Itanhangá na oeste da capital fluminense.

A jovem saiu da Bahia para trabalhar com um primo, identificado como Antônio Marcos. No entanto ao notar que Marcos aplicava golpes pela internet na venda de produtos que nunca eram entregues, a adolescente pediu para voltar para a Bahia.

De acordo com informações do Portal UOL, o primo exigiu da jovem a quantia de R$ 2.500,00 par que ela retornasse. Citando como fonte a Polícia Militar do Rio de Janeiro, o portal diz que a jovem sofria abusos sexuais.

A reportagem também diz que a denúncia chegou até a polícia, através do Conselho Tutelar de Maracás, cidade que fica cerca de 350 km de Salvador.

Dois homens foram presos local, no entanto o primo da jovem não foi localizado.

0 0 voto
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários