Operação da PF contra fraudes ao Auxílio Emergencial cumpre mandados de busca e apreensão em Luís Eduardo Magalhães

Investigações apontaram que suspeitos cadastraram pelo menos de 45 contas em nome de terceiros, para recebimento do Auxílio Emergencial deforma fraudulenta

Operação foi deflagrada na manhã desta quinta-feira, em Luís Eduardo Magalhães — Foto: Divulgação/Polícia Federal

A Polícia Federal faz operação na manhã desta quinta-feira (8) em Luís Eduardo Magalhães, contra fraudes no Auxílio Emergencial. Segundo o G1, a PF cumpre três mandados de busca e apreensão. Estema-se que o prejuízo causado seja superior a R$ 27 mil.

Segundo informações da PF, no decorrer das investigações, foi apurado que os investigados cadastraram no aplicativo Caixa Tem pelo menos de 45 contas em nome de terceiros, para recebimento do Auxílio Emergencial de forma fraudulenta.

Após depósito dos benefícios, os suspeitos transferiram imediatamente os valores para contas vinculadas ao grupo. Essa transferência de valores também foi feita por meio da emissão de boletos bancários emitidos pelos próprios suspeitos.

Além dos mandados de busca e apreensão, expedidos pela Justiça Federal, também foi determinado o bloqueados de valores das contas dos investigados. Eles responderão pela prática dos crimes de estelionato, falsidade ideológica e associação criminosa.

Segundo PF, investigados cadastraram ao menos 45 contas em nome de terceiros, para receber auxílio de forma fraudulenta — Foto: Divulgação/Polícia Federal
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários