Polícia apura ataque a mulher que teve suástica marcada no corpo com canivete no RS

Foto: Reprodução

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul,  apura um ataque a uma jovem de 19 anos que teria sido atacada por três homens, agredida e marcada com um desenho semelhante à suástica, símbolo nazista, com um canivete em Porto Alegre (RS). 

Segundo o jornal Zero Hora, o caso, que teria ocorrido na noite de segunda-feira (8), foi registrado como lesão corporal. 

Informações ainda não confirmadas pela polícia dão conta que a jovem usava uma camisa com os dizeres “ele não”, campanha contra o candidato Jair Bolsonaro (PSL), quando foi abordada pelos agressores.  A mulher teria sido questionada dos motivos de usar a camiseta, agredida com socos e segurada por dois homens enquanto o terceiro desenhou com canivete a suástica.

O delegado responsável pela investigação, explicou que o desenho marcado na pele da jovem seria uma suástica ao contrário. “Se fosse alguém ligado a um grupo neonazista, faria o desenho correto”, entendeu o delegado Paulo Cesar Jardim, ainda sem concluir o caso, apontado que outros grupos devem ter feito a marca.

Sobre Darlan Alves Lustosa 3452 Artigos
Texto sobre o administrador do site.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.