Presos na Operação Faroeste vão passar Natal e Réveillon presos

A Operação Faroeste foi deflagrada em novembro de 2019 pela Polícia Federal.

Google Maps | Portal do Cerrado

Seis dos oito presos sob acusação de envolvimento com a rede de grilagem e venda de sentenças desmontada pela Faroeste vão passar na cadeia o Natal e o Réveillon. A informação é da coluna Satélite do jornal Correio*.

Segundo a nota da coluna, na lista estão a desembargadora afastada Maria do Socorro Barreto Santiago, ex-presidente do Tribunal de Justiça da Bahia (TJ), o juiz também afastado Sérgio Humberto Quadros que atuava como juiz na Comarca de Formosa do Rio Preto e o falso cônsul da Guiné-Bissau Adailton Maturino, apontado pela Procuradoria-Geral da República como peça central do esquema investigado pela operação.

0 0 voto
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários