Boletim epidemiológico sai com erros e coloca em xeque informações sobre os dados da Covid em Formosa do Rio Preto

Ontem dois casos da Covid-19 foram notificados no município e 28 pessoas receberam alta médica após 14 dias de isolamento.

Além de trazer a grafia do nome do titular da pasta da Secretaria Municipal da Saúde de Formosa do Rio Preto com erro, o boletim epidemiológico divulgado nessa segunda-feira (4) traz também uma clara evidência de importação do modelo apresentado na vizinha Santa Rita de Cássia (BA).

Tanto que no item CASOS NOTIFICADOS consta como fonte de dados a Viep Santa Rita de Cássia. Já no texto informativo, são evidentes os erros de português, com palavras com iniciais maiúsculas no meio de frases.

A nova coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Formosa do Rio Preto, Adailde Guedes exercia um cargo equivalente na administração de Romualdo Rodrigues Setúbal que perdeu a eleição em 2020 em Santa Rita de Cássia. Romualdo é sogro do ex-prefeito Termosires Dias.

Já as informações sobre casos ativos no município também contém erros, colocando em xeque as informações sobre os dados da pandemia no município, gerando uma subnotificação na quantidade de casos ativos. O número foi diminuído de 39 para 37 sem nenhuma justificativa, como se quisesse informar um número menor de casos.

Boletim de Santa Rita de Cássia de 21/12 e o de Formosa do Rio Preto. Número de casos em Santa Rita de Cássia é quase 3 vezes maior que o de Formosa.

VEJA TAMBÉM:

0 0 voto
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários