Sem apresentar plano de imunização prefeitura começa vacinação contra a Covid-19 em Formosa do Rio Preto

As doses da vacina que chegaram ao município será suficiente para imunizar 128 pessoas neste primeiro momento.

Foto: Divulgação/GESP

Sem aviso de como e onde as pessoas seriam vacinadas, cerca de 30 idosos receberam a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em Formosa do Rio Preto na Bahia na manhã desta quarta-feira (20). Pessoas que já estavam na fila em frente ao Posto de Saúde Alzira Serpa pela manhã começaram a ligar para parentes, vizinhos e conhecidos sobre a imunização no local. O Portal do Cerrado foi avisado da ação por volta das 6h30 da manhã e muitos idosos começaram a chegar ao local. Não está claro como as primeiras pessoas da fila ficaram sabendo do início da vacinação uma vez que o plano municipal de imunização não foi divulgado.

Com a chegada das 256 doses da Coronavac na tarde de ontem (19) o prefeito municipal acompanhado do Secretário da Saúde deram início a vacinação com a aplicação da vacina em dois idosos. Um médico aposentado e a avó da diretora clínica do Hospital Municipal Drº Altino Lemos Santiago e tia do atual prefeito do município.

Hoje também, parte dos profissionais que trabalham na área da saúde na linha de frente ao enfretamento ao coronavírus foram imunizados, no entanto a informação que chega ao Portal do Cerrado é que o pessoal da limpeza, lavanderia e do laboratório que manipula material para exames não receberam a dose da vacina.

A proposta do plano é garantir, em uma primeira etapa, a vacinação dos grupos prioritários elencados pelo Ministério da Saúde. Mas em Formosa do Rio Preto o número de pessoas que terão prioridade ainda não foram apresentados como preconiza a pasta da saúde no Brasil. A vacinação exige a identificação nominal de cada usuário do Sistema Único de Saúde – SUS a receber a dose do imunizante contra o vírus.

O Portal do Cerrado questionou na tarde de ontem o Secretário Municipal da Saúde do município Hildjane Leite, quais seriam as outras 126 pessoas imunizadas e se o município tinha um plano de imunização ao que respondeu que “no momento não“.

O plano nacional foi divido em fases. Em cada etapa serão atendidos determinados tipos de públicos, escolhidos a partir do risco da evolução para quadros graves diante da infecção, da exposição ao vírus e de aspectos epidemiológicos da manifestação da pandemia no país.

De acordo com o cronograma, a fase 1 inclui os trabalhadores de Saúde que estão na linha de frente; pessoas de 75 anos ou mais; pessoas de 60 anos ou mais institucionalizadas; população indígena aldeado em terras demarcadas, povos e comunidades tradicionais ribeirinhas.

A fase 2 atenderá as pessoas de 60 a 74 anos e a fase 3 a população com as seguintes morbidades: diabetes mellitus; hipertensão arterial grave; doença pulmonar obstrutiva crônica; doença renal; doenças cardiovasculares e cerebrovasculares; indivíduos transplantados de órgão sólido; anemia falciforme; câncer; obesidade grave (IMC≥40).

0 0 voto
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários