TCM determina que ex-prefeito de Angical devolva mais de R$ 20 mil

A decisão cabe recurso

Reprodução: TCM

O ex-prefeito da cidade de Angical, Gilson Bezerra da Silva (DEM), terá de de devolver aos cofres da cidade a quantia de R$20.769,63 referentes ao pagamento indevido de multas e juros em razão de atraso no recolhimento de parcelas relativas a obrigações previdenciárias, no exercício de 2019.

A decisão do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), foi anunciada na terça-feira (2). Na ocasião, os conselheiros determinaram que seja feita representação ao Ministério Público Estadual (MP-BA) contra o prefeito.

A devolução aos cofres municipais da quantia de mais de R$ 20 mil reais, terá de ser feita com recursos pessoais, que foram pagos em juros e multas. Além disto, Silva terá de pagar uma multa estipulada em R$1,5 mil.

Os conselheiros do TCM ressaltaram que o pagamento de multa e juros só ocorre devido à omissão dos gestores, que não cumprem adequadamente a obrigação legal de repassar/recolher as contribuições previdenciárias no prazo e montante exigidos na legislação.

Cabe recurso das decisões.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários