Abapa e Aiba pedem melhorias em rodovias e rede elétrica do cerrado baiano

Agricultores do Oeste da Bahia apresentam demandas logísticas aos ministros dos Transporte e da Casa Civil, além do governador do estado, durante Expococos 2023

Aiba, Abapa,

Com a expectativa de colher algo em torno de 11,7 milhões de toneladas, entre grãos e algodão, na safra em curso (2022/2023), os produtores da região Oeste da Bahia pediram ao governador do estado, Jerônimo Rodrigues, atenção e melhorias logísticas, sobretudo, em rodovias e energia elétrica. O pleito foi entregue em documento oficial pelo presidente da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Luiz Carlos Bergamaschi, e o vice-presidente da Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), Moisés Schmidt, durante visita do governador e dos ministros dos Transportes, Renan Filho, e da Casa Civil, Rui Costa, à Exposição Agropecuária, Industrial, Comercial e de Serviços de Cocos – Bahia (Expococos 2023), na manhã do dia 05 de maio. A feira, que voltou a ser realizada em 2022, após duas décadas, começou no dia 03 e prossegue até domingo (07), no município de Cocos, no Extremo-Oeste da Bahia.

No documento assinado por Aiba e Abapa, os produtores elencam pontos como a conclusão dos trabalhos na BR-020 e BR-135, a modernização da BR242, com a duplicação do trecho que vai de Luís Eduardo Magalhães a Barreiras, e do trecho que leva até os portos, o entroncamento com a BR-116. Além destes tópicos, os agricultores destacam a importância da conclusão das obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste (Fiol) e investimentos na rede elétrica regional, que hoje está subdimensionada para as demandas do cerrado baiano.

“Cocos é um município importante para a produção de algodão na Bahia e precisa de logística para o escoamento da safra, assim como toda a região, que é um importante polo de produção de alimentos e algodão”, afirma Luiz Carlos Bergamaschi.

De acordo com o ministro Renan Filho, a região está recebendo um investimento de cerca de R$200 milhões do Governo Federal, que vai garantir 90 quilômetros de rodovias ligando Cocos a Carinhanha, passando pelo município de Feira da Mata. “Isso vai fortalecer a produção da região, facilitando o escoamento da safra, vai melhorar a vida das pessoas, aproximar o Oeste da Bahia do litoral e garantir que as pessoas que vêm do Brasil Central para o Nordeste, para acessar as praias, possam passar por aqui”, afirmou o ministro, referindo-se à assinatura da Ordem de Serviço das obras do lote 2 da BR030/BA, e da ordem de reinício do lote 5 da BR135/BA/MG, além de autorização de trabalhos na BR122/BA.

“Esses investimentos trazem esperança para o agronegócio, a agricultura familiar e o turismo e encurtam distâncias”, enfatizou Jerônimo Rodrigues.

Sobre Darlan Alves Lustosa 7982 Artigos
Darlan Lustosa é formosense que gosta da escrita e acredita que a política é um meio de transformação da vida das pessoas.Vive e mora em Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia, com registro profissional 6978/BA e sindicalizado, sobretudo para fortalecer a causa e defender direitos.
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários