Brasil recebe quase 2 milhões de doses de vacina de Consórcio liderado pela OMS

Vacina Oxford-AstraZeneca (Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil)

O Brasil recebeu nesta semana quase dois milhões de doses de vacinas enviadas pelo mecanismo Covax/Facility. Esse mecanismo é coordenado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e tem o objetivo de garantir o acesso mais igualitário às vacinas no mundo.

Ontem, o primeiro lote com 220 mil doses da vacina Oxford/AstraZeneca, contra a covid-19, chegou por volta das 17 horas no aeroporto internacional de Cumbica, em Guarulhos (SP). Já na madrugada deste domingo, um novo voo chegou ao país por volta das 4h20, trazendo 1,73 milhão de doses da vacina desenvolvida pela Oxford/Astrazeneca.

O Covax Facility é uma aliança internacional da OMS que tem como principal objetivo acelerar o desenvolvimento e a fabricação de vacinas contra a covid-19 e garantir acesso igualitário à imunização. Além da OMS, fazem parte do grupo a Coalizão para Promoção de Inovações em prol da Preparação para Epidemias (CEPI), a Aliança Mundial para Vacinas e Imunização (Gavi), o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), e a Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS).

O Brasil tem direito a receber 10,5 milhões de doses do consórcio. Em março, já foram enviadas ao país um total de 1 milhão de doses da vacina Oxford/AstraZeneca, cujos lotes foram fabricados na Coreia do Sul pelo laboratório BK Bioscience.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários