Comando da 86ª CIPM emite nota de pesar pela morte do Sargento Ozéas de Souza, vítima da Covid-19

Reprodução: 86ªCIPM

O Comandante da 86ª Companhia Independente de Polícia Militar com sede em Formosa do Rio Preto, emitiu nesta quinta-feira (29) nota de pesar pela morte do Sargento Ozeas Aparecido de Souza, que teve seu quadro de saúde agravado devido a Covid-19 e evoluiu para óbito na noite de ontem (28).

Segundo a nota, o Sargento Ozéas, que lamenta a morte repentina do policial da reserva, diz que ele ingressou na Polícia Militar da Bahia em 1982, servindo em Barreiras na Bahia posteriormente transferido para o Batalhão de Polícia de Guardas/Salvador, onde prestou seus últimos serviços à disposição da SEFAZ, na divisa dos estados da Bahia com o Piauí, onde se manteve até a sua aposentadoria.

Ainda na nota, o comando se solidariza com familiares e amigos de farda.

Veja Nota:

É com os sentimentos de tristeza e resiliência que o Comando da 86ª CIPM, através do Major PM Ricardo Prudêncio Guedes Diz Pazos, se solidariza com os familiares, amigos e colegas de farda sobre o falecimento repentino do Sgt RR PM Ozéas Aparecido de Souza, o qual ingressou nas fileiras da corporação desta PMBA, em data de 05/02/1982, servindo inicialmente ao extinto 10° BPM/Barreiras, hoje atual 10° BEIC, posteriormente foi transferido para o Batalhão de Polícia de Guardas/Salvador, onde prestou seus últimos serviços à disposição da SEFAZ, na divisa dos estados da Bahia com o Piauí, onde se manteve até a sua reserva (aposentadoria).

O mesmo cumpriu seu dever, prestando serviços essenciais à comunidade baiana na Polícia Militar da Bahia, mantendo princípios básicos no doutrinamento visando uma sociedade mais justa e igualitária a todos.
Ficando registrado sua colaboração do estrito cumprimento do dever legal.

Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé. (2 Timóteo 4:7-8).

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários