Formosa do Rio Preto: Prefeitura distribui cestas básicas e anuncia obras

Ato Cívico Administrativo não empolga e poucas pessoas aparecem. Em um ano de gestão esta foi a maior ação da prefeitura.

Foto: Portal do Cerrado

Com pouco mais de uma hora de atraso para iniciar, o chamado ato Cívico e Administrativo, na terça-feira (21) como parte das comemorações do 60 anos de emancipação politica de Formosa do Rio Preto, teve pouca adesão. Além de alguns poucos funcionários, na sua maioria contratados, sequer contou com a presença da Secretária Municipal da Educação que é irmã do prefeito e já está vem viagem.

O prefeito Manoel Afonso (PSD), fez um discurso para os poucos presentes, inclusive o vice-prefeito que não é mais visto no município, mas ainda assim não foi capaz de empolgar os presentes apesar do volume de obras que terão autorização para iniciar o processo licitatório.

Disse em discurso que faltará pedreiros na cidade para mão de obra, se referindo as promessas de obras pela cidade. De acordo com uma postagem nas redes sociais da prefeitura nesta quarta-feira (22), foi autorizado a licitar a urbanização e pavimentação asfáltica e intertravados do Bairro Morada Nova; Autorização para elaboração de projetos de urbanização e pavimentação asfáltica e intertravados das comunidades rurais de Tabuas e Intans; Autorização para licitação de pavimentação asfáltica das ruas centrais e dos bairros Santa Helena, Novo Horizonte, Loteamento Santo expedito e outros;

Também foi autorizado o processo para elaboração de estudos de viabilidade e projetos de macro e micro drenagem do Bairro Projeto e Progresso; Autorização para licitação de pavimentação asfáltica e calçadas do bairro Projeto e Progresso; Autorização para ordem de início das obras de requalificação do Parque de Vaquejada Major Leopoldo;

Autorização para Retorno do Programa Morar Melhor (Melhorias habitacionais), implementado em seus governos anteriores.

E ainda a autorização para retorno das obras do Hospital Municipal e frisou que a nova unidade de saúde, enfim será concluída no próximo ano. A obra desse hospital aliás, foi iniciado quando Neo se tornou prefeito pela segunda vez, passou pela gestão desastrada de seu sobrinho Jabes Júnior e teve andamento com Termosires Dias mas sem capacidade de terminá-lo. A obra capenga por mais de uma década.

A prefeitura também informou que haverá autorização para efetivação do Programa Mais Cidadania, de emergencial para permanente. Na verdade, o projeto votado pela Câmara Municipal de Vereadores foi a alteração do programa de transferência de renda denominado Bolsa Família Municipal, implementado no Governo de Termosires. O valor passou de R$ 80 para R$ 150, inclusive com alteração do nome para Programa de Transferência e Complementação de Renda Mais Cidadania. (veja aqui). Desde o início do ano que os vereadores cobravam o pagamento para as mais de 750 famílias contempladas.

O ato não teve convite para todos os vereadores do município. Os poucos presentes eram os de sua base política.

Foto: Portal do Cerrado

Cestas básicas

Nesta sexta-feira (22) a população compareceu para receber cestas básicas oferecidas pela Prefeitura Municipal através da Secretaria de Assistência Social. Ontem, o prefeito fez questão de frisar que haveria a distribuição, com panetone e frangos (“dos grandes” como deixou claro em sua fala). A distribuição iniciou por volta das 8h na sede do município. Na zona rural, as cestas foram distribuídas entre os dias 16, 17, 20 e 21. Também nesta quarta, houve distribuição de brinquedos para as crianças.

Divulgação
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários