Funerária interditada não causou danos a população e nem ambientais

Foto: Darlan A. Lustosa

As atividades da funerária Santa Rita, localizada em Formosa do Rio Preto no extremo oeste da Bahia, teve sua interdição revogada parcialmente pela Vigilância Sanitária ontem (30).

A empresa havia sido penalizada na sexta-feira (26) , por realizar, segundo a Vigilância Sanitária do município, um procedimento conhecido como tanatopraxia, que consiste na retirada de sangue do corpo, substituindo por substância de preservação. Este procedimento está em fase de liberação pelo Órgão.

Ainda na segunda-feira Drª. Malena Gomes, advogada que representa a empresa autuada, contestou a ação afirmando ter havido claro um excesso na atuação da empresa por ter realizado a interdição integral por conta de irregularidades supostamente constatadas na clínica de tanatopraxia.

A Vigilância Sanitária do Município acatou o recurso interposto e as atividades de vendas de planos, urnas e ornamentos fúnebres, ficando somente a clínica interdita até que seja apresentada a documentação para liberação.

É uma empresa que está estabelecida desde de 2011 e presta bons serviços e nunca foi registrada nenhuma falta tributária e muito menos sanitária. Embora tenha sido constatado uma irregularidade na documentação e não causou um evento danoso ao meio ambiente e a população. O que falta é assinatura em contrato com Retec, empresa especializado em recolher este tipo de resíduo, para apresentação junto ao Órgão competente, diz Drª Malena Gomes

Cumprindo protocolo, a fiscalização por parte do município, foi ocasionada depois de uma denúncia anônima feita a vigilância do município.

Sobre Darlan Alves Lustosa 8004 Artigos
Darlan Lustosa é formosense que gosta da escrita e acredita que a política é um meio de transformação da vida das pessoas.Vive e mora em Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia, com registro profissional 6978/BA e sindicalizado, sobretudo para fortalecer a causa e defender direitos.
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários