Inaugurado no Parque Nacional da Serra da Capivara, no Piauí, o super Museu da Natureza

Foto aérea do Museu da Natureza, no Piauí || Créditos: Divulgação
Clique no mapa e veja a localização da Serra da Capivara em São Raimundo Nonato (PI)

A região que abriga a maior concentração de sítios pré-históricos do país, em São Raimundo Nonato, no Piauí, ganhou hoje (18) o Museu da Natureza e vai propor uma verdadeira imersão pela história natural do  Planeta, desde o surgimento da vida até os dias atuais, abordando o protagonismo do clima na trajetória do ser humano e a influência do homem nas condições climáticas. O museu conta com tecnologia de ponta e interação que o colocam na categoria de “super museu.”

 

Créditos: Divulgação

A ideia é proporcionar uma visão mais abrangente de como era a vida dos nossos ancestrais que viveram na região. Ao longo de 12 salas, o visitante vai percorrer áreas que mostram, por exemplo, o surgimento do sistema solar e a representação de acontecimentos que vão desde a formação e desenvolvimento da vida em nosso planeta até o período de existência dos dinossauros e outros animais da megafauna.

ala do Museu dedicada aos fósseis encontrados na região | Créditos: Divulgação

No fim do passeio, uma surpresa especial, com a projeção de um filme que conduz para uma jornada pela existência da Terra, acompanhado de texto narrado por Maria Bethânia, que faz refletir sobre nossa participação na manutenção da vida no planeta: “…  A cada hora, nove mil pessoas se somam à população mundial e cerca de três espécies entram em extinção. (…) Somos os únicos capazes de transformar a criação em uma atividade. Temos criatividade. (…) A natureza está em trânsito. A estabilidade é uma ilusão. A vida insiste, resiste. Mas qual vida? Qual vida você quer criar?”

 

Sobre o Parque Nacional da Serra da Capivara
O Parque Nacional da Serra da Capivara foi criado em 1979 como a primeira de uma série de medidas para evitar que a área continuasse vulnerável à exploração de caçadores e madeireiras. São 130 mil hectares (quase o tamanho de Teresina, a capital do Piauí), abrigando a maior concentração de sítios pré-históricos do país. São principalmente pinturas rupestres realizadas pelos povos que viveram na região há 100 mil anos. Desde 1991, ele integra a lista de patrimônios culturais mundiais da Unesco.

Do conjunto de 1.354 sítios arqueológicos cadastrados, 204 estão preparados para a visitação turística, sendo 17 deles
acessíveis para pessoas com dificuldades de locomoção. Em 2003, o parque foi premiado com a Declaração das Nações Unidas como Unidade de Conservação com melhor infraestrutura da América Latina.

 

 

Sobre Darlan Alves Lustosa 8013 Artigos
Darlan Lustosa é formosense que gosta da escrita e acredita que a política é um meio de transformação da vida das pessoas.Vive e mora em Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia, com registro profissional 6978/BA e sindicalizado, sobretudo para fortalecer a causa e defender direitos.
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários