Itabuna: Mulher acusada de enterrar bebê confessa crime.

Uma mulher de 39 anos foi detida por suspeita de matar e enterrar o filho de um mês  em Itabuna no sul da Bahia. Rosemari de Oliveira confessou a morte da criança, revelando após interrogatório onde teria enterrado o corpo da criança. Ela afirma que a criança já estava morta.

“Não usei canivete. Eu queimei ele. Ele estava morto. Eu sei que ele estava morto porque o corpo estava gelado. Eu não usei canivete nenhum nele, porque eu não ia maltratar meu filho. Não tem sangue meu ou dele, não tem marca nenhuma. Eu nunca usei esse canivete, eu só uso porque tenho medo de alguém fazer alguma coisa comigo. É uma auto-defesa minha”

De acordo com a polícia, a mãe contou que enterrou o filho depois que ele passou mal e morreu. Porém, ao desenterrar o recém-nascido, o Departamento de Polícia Técnica (DPT) descobriu que o menino tinha sido assassinado. O corpo da criança estava esquartejado. Ainda segundo informações da polícia, a mulher sofre de depressão e foi autuada por infanticídio e levada para a carceragem da Delegacia de Itabuna, onde está à disposição da Justiça. Segundo o G1, o corpo do menino foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Itabuna.

Sobre Darlan Alves Lustosa 7981 Artigos
Darlan Lustosa é formosense que gosta da escrita e acredita que a política é um meio de transformação da vida das pessoas.Vive e mora em Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia, com registro profissional 6978/BA e sindicalizado, sobretudo para fortalecer a causa e defender direitos.
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários