Janja reagiu quando ministro propôs GLO a Lula

Esposa do presidente Lula, teria presenciado tomada de decisão na qual ouviu ministro da Defesa, pelo telefone, dizer que militares queriam uma intervenção para “conter" terroristas. GLO não! É golpe.

Primeira-dama Rosângela Silva, a Janja. Créditos: YouTube/Reprodução via Revista Fórum

A socióloga Rosângela da Silva, a primeira-dama do Brasil, reagiu à proposta do ministro da Defesa, contra os ataques terroristas do último dia 8, nas sedes dos três poderes em Brasília. Janja como é conhecida, estava com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva, em Araraquara, São Paulo, quando José Múcio teria ligado.

Segundo o colunista Guilherme Amado, do site Metrópoles, a companheira do presidente presenciou, no viva-voz, a conversa do ministro com Lula, na qual ele propôs uma GLO – Garantia da Lei e da Ordem, para pôr fim aos atos de invasão aos prédios públicos na capital federal, informando que essa teria sido uma ideia dos militares.

Conforme a publicação, Janja teria reagido imediatamente à orientação dada por Múcio, uma vez que esse dispositivo dá às Forças Armadas um poder de “intervir” para reestabelecer a ordem onde haja “o caos”.

“GLO não! GLO é golpe! É golpe!”, teria dito Janja ao esposo Lula, segundo o Metrópoles.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários