Jovens se abraçam antes de serem levados por correnteza na Itália

Duas mulheres e um homem, todos na casa dos 20 anos, tinham saído para uma caminhada quando as águas subiram repentinamente; bombeiros não conseguiram alcançar o trio

Três amigos de abraçam antes de serem levados por correnteza após inundação repentina na Itália
Três amigos são filmados se abraçando antes de serem arrastados por enchente na Itália — Foto: Reprodução

Uma cena de três jovens se abraçando antes de serem arrastados por enchentes repentinas no norte da Itália, tem chamado a atenção do mundo. As duas mulheres e um homem, todos na casa dos 20 anos, foram filmados se abraçando na sexta-feira (31) momentos antes do desastre. Os jovens faziam uma caminhado ao longo do rio Natisone, perto da comunidade de Udine, quando as águas subiram repentinamente. As informações são do jornal O Globo.

LEIA MAIS: Portal do Cerrado

Os bombeiros, equipados com drones, barcos e mergulhadores, iniciaram as buscas após uma das jovens ligar para a polícia por volta das 13h35 (8h35 em Brasília). A resposta rápida dos bombeiros incluiu um pedido para que o grupo ficasse perto de uma ponte próxima. Trabalhadores de emergência tentaram jogar cordas para resgatar os jovens, mas a força da correnteza impediu que fossem alcançados, resultando no desfecho trágico.

O principal elemento não é tanto a chuva, mas a força do rio e as correntes muito fortes. Há desfiladeiros, há um refluxo de água e, mesmo para os especialistas, é uma tarefa particularmente traiçoeira, disse Giorgio Basile, chefe dos bombeiros provinciais em Udine, ao Telegraph.

Bombeiros usaram drones, barcos e mergulhadores nas buscas. No domingo (2), forças de resgates encontraram os corpos de Cormos e Doros, enquanto, enquanto as buscas continuam por Molnar e autoridades abriram uma investigação sobre a tragédia.

Identidade das Vítimas

  • Cormos, 20 anos: Estudante da Academia de Belas Artes de Udine. Ela havia pedido à mãe para se juntar aos amigos para o passeio, apesar de estar cansada.
  • Doros: Romena, estudava economia em Bucareste e estava visitando os pais em Udine.
  • Namorado de Doros: Também romeno, havia viajado da Áustria para encontrá-los.

A mãe de Cormos revelou ao Corriere della Sera que havia aconselhado sua filha a não sair devido ao cansaço. No entanto, Cormos decidiu sair “um pouco” para “tirar algumas fotos”, o que resultou na fatalidade.

Conforme relatado pelo jornal britânico The Telegraph, uma das jovens fez uma ligação de emergência para a polícia por volta das 13h35 de sexta-feira, no horário local.

Sobre Redação 6091 Artigos
Perfil da redação do site Portal do Cerrado, site com notícias do Brasil, Bahia e em especial a região Oeste do estado
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários