“Marcha Lula Livre, Lula Inocente” começa em Caruaru, no Agreste de Pernambuco

Teve início na manhã desta segunda-feira (16), em Caruaru, no Agreste de Pernambuco, a “Marcha Lula Livre, Lula Inocente”, com um ato de lançamento no Marco Zero da cidade. A Marcha, em defesa da liberdade de Lula e da democracia, é uma iniciativa do Movimento de Trabalhadores Sem Terra (MST) e da Frente Brasil Popular, com apoio da Central Única dos Trabalhadores de Pernambuco (CUT-PE). De Caruaru, a Marcha segue para Bezerros, chegando ainda hoje em Gravatá. 

Até sexta-feira (20), a Marcha passa ainda por Pombos, Vitória de Santo Antão, Bonança e Moreno, chegando em Recife. Atos públicos serão realizados nos municípios a partir das 19h todos os dias de Marcha. No ato de lançamento nesta manhã, movimentos populares que apoiam a iniciativa em defesa de Lula estiveram presentes como a Frente Brasil Popular, a CUT-PE, a Consulta Popular, o Levante Popular da Juventude, a Marcha Mundial das Mulheres e MTST. 

Diversos pré-candidatos e políticos de diferentes partidos, que também defendem a liberdade de Lula, estiveram presentes. Os pré-candidatos Carlos Veras (PT), Eugênia Lima e Dani Portela (PSOL), L e o deputado federal Wolney Queiroz (PDT). 

De acordo o dirigente nacional do MST em Pernambuco, Jaime Amorim, a caminhada dará o pontapé inicial com mil pessoas. “Essa Marcha faz parte de uma agenda que estamos construindo no mês de junho, julho e agosto na tentativa de denunciar a prisão de Lula. Já estão completando 100 dias da prisão de Lula e estamos trabalhando na ideia de que ele é inocente, o que estão fazendo hoje no País é manter um preso político que é candidato à presidente da República”, explicou.

Em todos os cinco dias, a Marcha começará diariamente às 5h e sempre às 19h acontecerão atos políticos nos municípios. Segundo Cida Pereira, também dirigente nacional do MST, o movimento quer reafirmar para população que a prisão do presidente Lula tem um significado maior. “Eu vejo a prisão de Lula como uma usurpação da democracia, porque ele representa nossa classe trabalhadora. Lula não está preso porque roubou, mas por uma questão política”, disse durante o lançamento da Marcha.   

Sobre Darlan Alves Lustosa 8004 Artigos
Darlan Lustosa é formosense que gosta da escrita e acredita que a política é um meio de transformação da vida das pessoas.Vive e mora em Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia, com registro profissional 6978/BA e sindicalizado, sobretudo para fortalecer a causa e defender direitos.
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários