Matemático recebe nova medalha e diz que voltará ao Rio

O matemático iraniano Caucher Birkar recebe nova medalha Fields, no Congresso Internacional de Matemática, após ter sua medalha furtada minutos depois de recebê-la no evento realizado no Riocentro.Tânia Rêgo/Agência Brasil

O matemático iraniano de origem curda, Caucher Birkar, recebeu hoje (4), pela segunda vez, a medalha Fields, considerada o Prêmio Nobel da Matemática, concedida, a cada quatro anos, em edições do Congresso Internacional de Matemáticos (ICM), a quatro cientistas de até 40 anos que se destacam nessa área do conhecimento. Essa foi a primeira vez que o encontro foi realizado no Brasil.

A primeira medalha foi roubada logo após a cerimônia de premiação, no Riocentro, na zona oeste do Rio de Janeiro, na quarta-feira (1º).  veja aqui.  Na cerimônia de sábado (04), o presidente do comitê seleção do prêmio da União Internacional da Matemática, Shigefumi Mori, disse que estava honrado em entregar a distinção a Birkar pela segunda vez.

Com o pavilhão do Riocentro lotado por participantes do encontro, o matemático disse, em meio a aplausos, que o episódio não apagará a imagem que ele tem do Brasil e que pretende voltar ao Rio em outras oportunidades. “Isso não mudou em nada a minha impressão e eu vou voltar aqui, de novo, no Rio”, disse.

Bem humorado, Birkar destacou que é o único medalhista que recebeu duas vezes a Fields e que isso ocorreu em apenas uma semana. Votou a dizer que a medalha foi levada de maneira muito rápida.

Segundo ele, logo após a premiação a deixou junto à sua pasta com outros objetos pessoais, entre eles, uma carteira e um celular, em uma cadeira, para receber cumprimentos. Quando se voltou para pegar tudo notou que a medalha tinha desaparecido.

O incidente foi informado à segurança do encontro, que começou a agir para identificar quem tinha roubado a sua honraria. Para o matemático, o episódio, no entanto, não representou frustração diante do que já enfrentou na vida. “Eu já passei por coisas muito piores em minha vida, então, isso é como uma piada, em comparação as outras coisas”, disse.

Birkar agradeceu ainda a organização da premiação por ter providenciado imediatamente uma nova medalha. Em entrevista, após a entrega falou que não esperava um fato como este, embora fatos semelhantes sejam possíveis em eventos tão grandes, que dessa vez, infelizmente, ocorreu com ele.

O matemático, que é pesquisador da Universidade de Cambridge, revelou que não se surpreendeu com a repercussão do caso, porque, em geral, episódios como o ele que atravessou costumam ser divulgados pela imprensa e completou que os outros objetos que estavam junto com a medalha, no momento do roubo, não eram de grande valor financeiro

O diretor-geral do Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e presidente do Congresso Internacional de Matemáticos 2018, Marcelo Viana, que estava ao lado de Birkar na entrega de hoje, disse que todos lamentam o incidente, mas o importante é que a organização do encontro reagiu rapidamente.

Sobre Darlan Alves Lustosa 7980 Artigos
Darlan Lustosa é formosense que gosta da escrita e acredita que a política é um meio de transformação da vida das pessoas.Vive e mora em Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia, com registro profissional 6978/BA e sindicalizado, sobretudo para fortalecer a causa e defender direitos.
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários