Morre Kofi Annan: Um estadista do mundo

Imagem: Wikimedia Commons

O ex-secretário-geral da Organização das Nações Unidas e prêmio Nobel da Paz, Kofi Annan, morreu hoje (18) aos 80 anos, na cidade de Berna na Suíça onde morou por vários anos. A  causa ainda não foi revelada, mas em um breve comunicado, a família do diplomata disse que “ele morreu de uma breve doença”

Nascido em Gana, foi o primeiro negro a comandar a ONU.

“Com imensa tristeza a família Annan e a Fundação Kofi Annan, anunciam que Kofi Annan, ex-secretário geral das Nações Unidas e prêmio Nobel da Paz, morreu em paz no sábado 18 de agosto depois de uma breve doença.”

 

Annan entrou na ONU em 1962 e chegou a Secretaria Geral em 1997 função que exerceu até 2006, período que coincidiu com a pandemia do HIV/AIDS e guerra do Iraque.

Em 2001 recebeu o prêmio Nobel da Paz, junto com a Organização,  pela criação do Fundo Global de Luta Contra Aids, Tuberculose e Malária para ajudar países em desenvolvimento.

 

 

Sobre Darlan Alves Lustosa 8004 Artigos
Darlan Lustosa é formosense que gosta da escrita e acredita que a política é um meio de transformação da vida das pessoas.Vive e mora em Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia, com registro profissional 6978/BA e sindicalizado, sobretudo para fortalecer a causa e defender direitos.
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários