Polícia investiga morte de animais na vaquejada de Sebastião Barros

Segundo a Polícia Civil, a pista de corrida da vaquejada era revestida de um material irregular

Sete bois morrem por maus tratos na vaquejada de Pitombas, em Sebastião Barros, no Sul do Piaui
Parque de Vaquejada de Pitombas, em Sebastião Barros, no Piauí - Foto: Reprodução

A Polícia Civil investiga uma denúncia de maus tratos contra animais durante a 21ª Vaquejada de Pitombas, no município de Sebastião Barros, no Sul do Piauí, que resultou, a princípio, na morte de sete bois. O evento ocorreu entre a quinta-feira, (6) e o domingo (9) de junho, gerando repercussão e indignação nas redes sociais.

LEIA MAIS: Portal do Cerrado

Inicialmente correu a notícia sobre a morte de 20 bois, mas segundo o g1, a polícia confirmou a morte de 7 animais. Seis bois mortos sofreram fraturas nas patas durante as corridas. Os animais foram sacrificados e um sétimo boi foi encontrado morto no local de confinamento dos animais, com a causa da morte ainda desconhecida. Investigações preliminares apontam que a pista de corrida da vaquejada estava revestida com um material argiloso e pedras, o que pode ter contribuído para as fraturas. O revestimento correto, de acordo com normas de segurança, seria então com areia lavada, aponta o g1.

Parque de Vaquejada em Sebastião Barros, no Sul do Piauí
Parque de Vaquejada Pitombas, na zona rural de Sebastião Barros – Foto: Reprodução

Em resposta às denúncias e às informações veiculadas, a Prefeitura de Sebastião Barros emitiu uma nota oficial. A administração municipal criticou a divulgação de que 20 animais teriam morrido, mas confirmou a morte dos sete bois. A prefeitura declarou que adotou todos os protocolos de segurança, cuidados de permanência e regras na prática do esporte, durante a vaquejada.

No final de semana anterior a Vaquejada de Sebastião Barros, cavalos assustados com fogos de artifício no início do show da cantora Solange Almeida, em Formosa do Rio Preto, na Bahia, vizinha ao município piauiense, saíram em disparada, causando vários acidentes. Animais tiveram cortes nas patas, com pelo menos seis carros danificados ao longo do acesso ao parque. Testemunhas apontam para bois sacrificados após a competição, que terminou em 2 de junho.

Um dos organizadores chegou a culpar publicamente a banda pelo incidente.

Prática tradicional no Nordeste brasileiro, a vaquejada sempre foi alvo de controvérsias e críticas devido às questões de bem-estar animal.

Sobre Redação 6225 Artigos
Perfil da redação do site Portal do Cerrado, site com notícias do Brasil, Bahia e em especial a região Oeste do estado
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários