Polícia Militar em Formosa do Rio Preto integra projeto Mapear da PRF

PRF, PM e Conselho Tutelar atuam no combate à exploração e abuso sexual e a venda de bebidas alcoólicas a crianças e adolescentes.

Foto: Divulgação 86ª CIPM - Formosa do Rio Preto

Policiais militares lotados na 86ª CIPM – Companhia Independente de Polícia Militar em Formosa do Rio Preto no extremo Oeste da Bahia, atuaram no combate a exploração e abuso sexual e a venda de bebidas alcoólica a crianças e adolescentes, integrando o Projeto Mapear da Polícia Rodoviária Federal – PRF.

Agentes da PRF, Conselho Tutelar, além da PM, fizeram abordagens a diversos estabelecimentos no sábado (7), desde a BR-135, bairros e vilas da cidade de Formosa do Rio Preto. Em tempo, os donos e responsáveis pelos estabelecimentos foram orientados sobre a importância da campanha do dia 18 de maio, dedicado ao combate à exploração sexual de crianças e adolescentes.

A ação faz parte da Operação Oneesca VIII-BA, que é realizada pela Polícia Rodoviária Federal e tem também como objetivo, além de combater a exploração sexual contra crianças e adolescentes, mapear identificar pontos de exploração ou vulnerabilidade desse público.

Projeto Mapear

A Polícia Rodoviária Federal realiza, a cada dois anos, o mapeamento de pontos vulneráveis ao longo de rodovias federais em todo o País. O Projeto Mapear já recebeu diversas premiações desde 2009, inclusive, o reconhecimento internacional do Fórum de Segurança da ONU.

As informações do MAPEAR são consolidadas em uma cartilha, que é utilizada como ferramenta preventiva de orientação para enfrentamento qualificado e integrado entre órgãos, instituições e empresas privadas, subsidiando as operações de combate a exploração sexual de crianças e adolescentes com informações de locais onde podem ocorrer esse tipo de crime.

Na operação ONEESCA, são adotados dois formatos de ações: o educativo, que consistiu na exibição de vídeos na modalidade drive-in aos usuários das rodovias relativos à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes; e o repressivo, que tem como norte os pontos vulneráveis mapeados.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários