Preso no Oeste da Bahia é acusado de encomendar morte do irmão por herança no Piauí

Homens foram presos em Santa Rita de Cássia, na Bahia. Além do suspeito, outros dois tiveram mandados de prisão cumpridos durante operação conjunta entre policiais da 86ª CIPM e Polícia Civil do Piauí. Um quarto integrante já estava preso em Barreiras, na Bahia.

Presos em Santa Rita de Cássia na Bahia foram transferidos para a Delegacia de Polícia em Corrente, no Sul do Piauí - Foto: 10ª Delegacia Regional de Corrente - PI

com informações do iBahia

Um dos presos na operação conjunta entre a Polícia Civil do Piauí e policiais da 86ª CIPM – Companhia de Polícia Independente de Polícia Militar em Santa Rita de Cássia, no Oeste da Bahia, na manhã desta quinta-feira (8), é investigado sob a acusação de mandar matar o irmão em Parnaguá (PI), por causa da disputa por uma herança. Na operação integrada, três homens foram presos.(veja aqui)

A vítima foi identificada como Gilson Guedes de Oliveira, 49 anos, morto na localidade de Morrinhos, na zona rural de Parnaguá em 30 de março. (reveja aqui)

Os acusados foram identificados após investigação, que levou ao esconderijo de três deles. Um outro já havia sido preso em agosto deste ano em Santa Rita de Cássia, acusado de tráfico de drogas. (veja aqui)

Informações que apontavam o esconderijo de três suspeitos foram compartilhadas entre a PC piauiense e a 86ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM/Formosa do Rio Preto), que atuou na operação para cumprir os mandados.

“Com essas informações, seguimos para as casas dos alvos no Centro de Santa Rita e no Assentamento Santo Antônio, na zona rural”,

detalhou o comandante do 3º Pelotão (Santa Rita de Cássia) da 86ª CIPM, tenente Felipe Franco Martins.

Ainda segundo o tenente, além do irmão da vítima, um homem apontado como co-autor do homicídio e que possuía passagens pelo mesmo crime em 2014 e por porte ilegal de arma de fogo em 2016, foi o outro alvo de mandado expedido pela Vara Única de Parnaguá.

As outras duas decisões judiciais foram expedidas contra um suspeito de participação no crime – que também é investigado por integrar um grupo de extermínio atuante em Inajá, no estado de Pernambuco – e o quarto integrante do bando preso em agosto e que está custodiado no Conjunto Penal de Barreiras.

“Após o cumprimento das ordens, encaminhamos os homens para a DT de Santa Rita de Cassia e depois eles seguiram com os integrantes da PC para a a formalização da ocorrência e, posteriormente, condução para o sistema prisional”,

finalizou.

Quinze policiais, sendo oito PCs e sete PMs da Bahia participaram da ação. O caso segue sob investigação. Os três presos na operação de hoje foram recambiados para Delegacia de Polícia de Corrente, no Sul do Piauí

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários