Salário mínimo será de R$ 1.040 para 2020, sem aumento acima da inflação

Reprodução

O governo de Bolsonaro desistiu da política de aumentos reais do salário mínimo, que vinha sendo implementada nos últimos anos, proposta pela ex-presidente Dilma Rousseff e aprovada pelo Congresso Nacional.

Para 2020 o salário mínimo proposto pelo governo federal será de R$ 1.040, de acordo com o projeto de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do ano que vem, divulgado nesta segunda-feira (15) pela equipe econômica. Segundo a Agência PT de notícias, se o salário continuasse sendo reajustado de acordo com a regra anterior, o mínimo seria de R$1.059,32.

Atualmente, o salário mínimo é de R$ 998. O reajuste, se aprovado pelo Congresso, começará a valer em janeiro do ano que vem, com pagamento a partir de fevereiro.

Com isso, deverá ser a primeira vez que o salário mínimo, que serve de referência para mais de 45 milhões de pessoas, ficará acima da marca de R$ 1 mil. Para os anos seguintes, o governo propôs um salário mínimo de R$ 1.082 em 2021 e de R$ 1.123 em 2022.

Sobre Darlan Alves Lustosa 2688 Artigos
Texto sobre o administrador do site.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será divulgado.


*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.