Segundo caso de varíola dos macacos é confirmado na Bahia

Paciente da capital baiana tem histórico de viagem internacional .

Monkeypox em Salvador
Bahia tem três casos de varíola dos macacos confirmados. Pacientes são de Salvador - Foto: Reprodução

A Bahia confirmou nesta quinta-feira (14), o segundo caso da varíola dos macacos, doença causada pelo vírus Monkeypox. De acordo com a Secretaria da Saúde da Bahia – Sesab o paciente é residente em Salvador com histórico de viagem internacional.

O diagnóstico do segundo infectado do estado teve a confirmação dos centros de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs) de Salvador e do estado.

Ontem, a Sesab já havia confirmado o primeiro caso da doença no estado. O paciente também mora na capital baiana e está em isolamento domiciliar após ficar internado em um hospital da rede particular de saúde.

Dos dois casos suspeitos até ontem, um foi descartado no entanto os casos em investigação subiram para quatro nesta quinta. Todos são moradores de Salvador. A Sesab também disse em nota que foram adotadas todas as medidas sanitárias de monitoramento dos contactantes próximos, bem como isolamento.

Monkeypox é uma zoonose viral, do gênero Orthopoxvirus, da família Poxviridae, que se assemelha à varíola humana, erradicada em 1980. A doença cursa com febre, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, adenomegalia, calafrios e exaustão.

A infecção é autolimitada com sintomas que duram de 2 a 4 semanas, podendo ser dividida em dois períodos: invasão, que dura entre 0 e 5 dias, com febre, cefaleia, mialgia, dor das costas e astenia intensa (condição de perda ou diminuição da força física). A erupção cutânea começa entre 1 e 3 dias após o aparecimento da febre. A erupção tem características clínicas semelhantes com varicela ou sífilis, com diferença na evolução uniforme das lesões.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários