Sesab confirma mais um caso de varíola dos macacos em Salvador

Salvador segue agora com 10 casos e outros três foram confirmados em dois municípios do interior baiano

Varíola dos macacos é semelhante à varíola que já foi erradicada, mas menos severa e menos infecciosa — Foto: Science Photo Library

A Sesab – Secretaria da Saúde da Bahia, confirmou nesta quinta-feira (4, ) mais um caso de monkeypox, conhecido popularmente como varíola dos macacos, na capital baiana. Com esta confirmação, a Bahia chega a treze casos da doença, sendo dez em Salvador, dois em Santo Antônio de Jesus e um em Ilhéus.

De acordo com a Sesab, a faixa etária varia entre 02 e 45 anos de idade. Quanto aos sinais e sintomas
apresentados, foram referidos na maioria dos casos: febre, adenomegalia, erupção cutânea, cefaléia e dor nas costas

Outros 69 casos suspeitos estão sob investigação, foram notificados no estado.

A Monkeypox se assemelha à varíola humana, que foi erradicada em 1980. Os principais sintomas da doença são febre, dores de cabeça, musculares e nas costas, adenomegalia, calafrios e exaustão. A infecção é autolimitada com sintomas que duram de 2 a 4 semanas, geralmente dividida em dois períodos:

  • Invasão, que dura entre 0 e 5 dias, com febre, cefaleia, mialgia, dor das costas e astenia intensa;
  • Erupção cutânea começa entre 1 e 3 dias após o aparecimento da febre. A erupção tem características clínicas semelhantes com varicela ou sífilis, com diferença na evolução uniforme das lesões.

A doença já tem mais de 16 mil casos confirmados em 75 países.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários