Surto de pneumonia em crianças da China põe o mundo em alerta

Sociedade Internacional de Doenças Infecciosas emitiu alerta sobre "doença preocupante". Organização Mundial de Saúde diz que acompanha o caso e que autoridades haviam relatado aumento na incidência de doenças respiratórias com o fim das restrições contra a Covid-19.

China, Pneumonia, OMS, Organização Mundial da Saúde, Pneumonia desconhecida
Reportagem da FTV News, veículo de notícias taiwanês, citado em alerta enviado pelo ProMED. — Foto: Reprodução

A China, um dos países mais populosos do mundo, tem relatos de surto de uma pneumonia desconhecida em crianças. O maior número de casos ocorre nas províncias de Pequim e Liaoning. Chama a atenção, que as duas cidades estão separadas por mais de 800 km de distância.

Na quarta-feira (22), a OMS (Organização Mundial da Saúde) informou que já solicitou “informações detalhadas” às autoridades chinesas sobre o relato de surto da pneumonia. Conforme o G1, os casos reportados levaram um importante programa de vigilância da Sociedade Internacional de Doenças Infecciosas a emitir um alerta expressando “preocupação”.

LEIA MAIS: Portal do Cerrado

Não há relatos sobre mortes em consequência da doença no país asiático, mas um abrupto aumento de internações de crianças. Até então, não há registro da doença em adultos, pelo menos divulgados por publicações da grande imprensa. Ainda assim, as autoridades de saúde da China ainda não havia se manifestados sobre os casos da pneumonia.

“Muitas pessoas estão internadas. Elas não tossem nem tem outros sintomas [respiratórios], só têm febre alta e muitas desenvolveram nódulos nos pulmões”, relatou um homem de Pequim que se identificou apenas como “sr. W”, disse o portal UOL.

O UOL também publicou que os casos de pneumonia bacteriana estariam aumentando no país desde o começo deste mês. Este seria o primeiro inverno sem as restrições impostas pela pandemia da covid-19. Os jornais Bloomberg e Global Times atribuíram o aumento à Mycoplasma pneumoniae, bactéria que causa uma infecção leve.

Também na quarta (22) a OMS, pediu adoção de “medidas para reduzir o risco de doença respiratória” na China.

“Desde meados de outubro, o norte da China relatou um aumento em doenças semelhantes à gripe em comparação com o mesmo período nos três anos anteriores. A China possui sistemas para capturar informações sobre tendências em influenza, doenças semelhantes à gripe, VSR e SARS-CoV-2, e relata para plataformas como o Sistema Global de Vigilância e Resposta à Influenza”, afirmou a OMS.

Contudo, o Programa de Monitoramento de Doenças Emergentes (ProMED) da Sociedade Internacional de Doenças Infecciosas, disse que é cedo para associar o cenário ao surgimento de outra pandemia. De qualquer forma, os casos da pneumonia desconhecida põe o mundo em um novo alerta.

Com UOL e G1

Sobre Darlan Alves Lustosa 7925 Artigos
Darlan Alves Lustosa é um formosense que gosta da escrita e acredita que a política é um meio de transformação da vida das pessoas.Vive e mora em Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia com registro profissional 6978/BA
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários