Vereador de Curimatá é suspeito de esfaquear segurança do prefeito em discussão por obra

Segundo o G1, testemunhas relataram à polícia que o vereador estava com um facão e que também usou o objeto para danificar o carro de um secretário municipal.

Reprodução: Portal Corrente

Um segurança do prefeito do município de Curimatá foi esfaqueado no início final da tarde desta quinta-feira (25) em uma obra da prefeitura. O acusado é o vereador Reidan Kleber Maia de Oliveira, que também é ex-prefeito. Um vídeo que circula nas redes sociais mostra os momentos da briga, quando o vereador, após discussão com o segurança, vai até o baú de uma motocicleta, pega o facão e agride Gilvan Ribeiro de Sousa, mais conhecido como Cowboy.

Vereador Reidan Kleber – Reprodução: Cidade Verde

Outro indivíduo, identificado como Simael e que aparece no vídeo portando uma faca na cintura, também é acusado de perfurar o servidor público. Segundo relatos de testemunhas, o vereador teria ainda quebrado o vidro do carro do secretário municipal de Meio Ambiente, João de Brito Miranda Filho, que estava no local e que teria realizado interversão para que as agressões ao segurança parassem.

Segundo testemunhas, vereador também teria quebrado vidros de carro com um facão — Foto: Divulgação/PM-PI

Gilvan foi socorrido para o Hospital Júlio Borges de Macedo, com um ferimento na cabeça e outro na região lombar, e foi submetido à cirurgia. De acordo com equipe do hospital, o seu quadro de saúde é estável.

Quando a Polícia Militar chegou ao local da agressão, não encontrou mais o vereador e o outro indivíduo. Buscas foram realizadas, mas sem êxito.

O motivo da discussão seria a obra orçada em 2 milhões de Reais iniciada na quinta em uma praça e que irá comprometer o local de realização de vaquejada do município. Segundo informações, o vereador seria contra a obra e estaria no local filmando o início dos trabalhos, quando foi abordado pelo segurança e a discussão começou.

Até o momento, o vereador não apresentou-se à polícia.

A prefeitura emitiu uma nota de repúdio sobre o caso. Leia abaixo:

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários