Corpo de baiano que morreu após ação da PM em Paraisópolis chega à BA

mãe pegou empréstimo de R$ 5 mil para pagar transporte

Mateus dos Santos Costa, morto após tumulto durante durante perseguição policial em baile funk em Paraisópolis — Foto: Arquivo pessoal

O corpo do baiano que está entre os nove mortos após um tumulto em uma ação da Polícia Militar na comunidade de Paraisópolis, em São Paulo, foi transferido para a Bahia na tarde de ontem (3). Segundo familiares, a mãe da vítima pegou um empréstimo de R$ 5 mil e um banco para pagar o transporte do corpo, de avião.

Mateus dos Santos Costa tinha 23 anos e há cerca de 5 havia saído de Maracás, no sudoeste baiano, para morar em São Paulo. Ele participava de um baile funk na madrugada do domingo (1º), quando ocorreu a ação, e acabou pisoteado no tumulto, junto com as outras vítimas, após a chegada da polícia no local. O corpo do jovem saiu de São Paulo no início desta tarde e chegou na Bahia por volta das 14h.

Natural de Maracás, Mateus se mudou para São Paulo em busca de emprego e morou por alguns anos com o irmão mais velho, Moisés dos Santos Costa, que já havia se estabelecido na capital paulista. Eles trabalhavam juntos vendendo produtos de limpeza.

Mateus era solteiro e atualmente morava sozinho em uma casa próxima à residência do irmão, em Carapicuíba. As outras vítimas que morreram após o tumulto também não eram da comunidade de Paraisópolis.

O corpo do jovem será velado na casa da mãe dele durante esta quarta-feira (4). O sepultamento será realizado às 16h, no Cemitério Municipal de Maracás.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários