Contas de 2018 da Câmara de Santa Rita de Cássia são rejeitadas pelo TCM/BA

Google Maps

As contas de 2018 da Câmara de Vereadores de Santa Rita de Cássia no oeste baiano, foram rejeitadas nesta quinta-feira (11) pelo Tribunal de Contas dos Municípios – TCM. Segundo o relatório do Conselheiro do TCM Antônio Emanoel de Souza, a razão para rejeição está na “ausência de comprovação da execução dos serviços com assessorias, que totalizam um investimento total de R$ 98.400,00”, diz o relatório. A responsabilidade é do vereador Rafael Lacerda Lopes. O TCM determinou que o edil faça o ” ressarcimento, com recursos pessoais, da mesma quantia gasta” além imputar multa ao vereador no valor de R$ 3 mil.

No relatório do Tribunal de Contas dos Municípios, diz ainda que os recursos deixados em caixa ao final do exercício, foram insuficientes para arcar com despesas inscritas em restos a pagar, contribuindo para o desequilíbrio fiscal da entidade.

Cabe recurso da decisão.

0 0 voto
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários