Acusado de ameaças, homem é preso por porte ilegal de arma em Santa Rita de Cássia

Divulgação: 86ª CIPM

Um comerciante de 55 anos foi preso da manhã desta sexta-feira (22) em Santa Rita de Cássia na Bahia, por porte ilegal de arma de fogo e acusado de ameaçar sua ex-companheira. Na semana passada, a ex-companheira que não teve o nome divulgado, teria registrado uma ocorrência por ter recebido ameaças de arma de fogo e por ter o seu veículo incendiado. O custodiado é o principal suspeito de ter ateado fogo no veículo.

Veículo foi incendiado no último dia 17 em Santa Rita de Cássia na Bahia.

A polícia chegou até o local, na Travessa Professora Helena quando o homem abria seu estabelecimento comercial, após diversas denúncias de que ele portava arma de fogo. Durante a busca pessoal, foi encontrada na cintura do abordado um revólver calibre 38 com 5 munições intactas.

Após inspeção do armamento, foi verificado que a arma possuía numeração parcialmente suprimida, não sendo possível a sua identificação. Diante do fato, o homem foi preso em flagrante pelo crime de porte ilegal de arma de fogo de uso restrito, sendo conduzido para a DP local juntamente com a arma apreendida.

Carro ficou completamente destruído – Foto: Reprodução

Após ameaças a ex-companheira, homem é preso por porte ilegal de arma de fogo

Na data, hora e local supracitados, após diversas denúncias de porte ilegal de arma de fogo, em fundada suspeita, a GU abordou um homem de 55 anos no momento em que o mesmo estava abrindo o seu estabelecimento.

Durante a busca pessoal, foi encontrado na cintura do abordado, em um coldre, um revólver calibre 38 com 5 munições intactas.

Salienta-se que na semana anterior a ex-companheira do homem teria registrado ocorrência na Delegacia local alegando ter sido vítima de ameaças, com o uso de arma de fogo, tendo, inclusive, o seu veículo incendiado, apontando o seu ex-companheiro como suposto autor dos fatos criminosos.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários