Ambulância quebra e vítima de acidente em estado grave espera por socorro por 4 horas em Formosa do Rio Preto

Paciente foi colocado em tábua e em seguida sobre carroceria de uma caminhonete para encontrar equipe de socorro.

Darlan A. Lustosa | Portal do Cerrado

Um cidadão formosense,de 32 anos, vítima de um acidente gravíssimo na localidade de Cavalo Morto, que fica a cerca de 60 km da sede do município de Formosa do Rio Preto, na Bahia, esperou cerca de quatro horas para que recebesse socorro médico na manhã do último sábado (19), segundo relatos de um irmão da vítima na página do Portal do Cerrado, no Facebook.

De acordo com os relatos dele, a ambulância do Samu – Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ” não conseguiu chegar ao local do acidente” porque havia quebrado pouco tempo depois de sair da cidade.”

Tivemos que improvisar para poder conduzir meu irmão ate o hospital, colocamos meu irmão em uma tábua e encima (sic) de uma caminhonete para ir de encontro com o primeiros socorros. Ele acidentou por volta das 9:00 da manhã só pode ser atendido pelos primeiros socorro por volta de 13:00 hr

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência – SAMU 192 é gerido pelas Secretarias Municipais de Saúde e tem como objetivo chegar precocemente à vítima após ter ocorrido alguma situação de urgência ou emergência de natureza clínica, cirúrgica, traumática, obstétrica, pediátrica, psiquiátrica, entre outras, que possa levar a sofrimento, a sequelas ou mesmo a morte

A vítima voltava do trabalho em uma fazenda na manhã de sábado (19), quando passou por um quebra-molas recém construído, perdeu o equilíbrio da motocicleta que pilotava e caiu. De acordo com informações de moradores da região, quando ele saiu para o trabalho no início da semana, o redutor de velocidade não existia e também não havia sinalização adequada depois de construído.

Ainda no sábado, o Portal do Cerrado recebeu uma imagem da viatura do Samu de Formosa do Rio Preto, parada na estrada de acesso a localidade, com o capô aberto.

Também no sábado circulou uma mensagem em aplicativos de mensagens, de uma mulher chamada Estefânia, que se diz enfermeira e teria sido citada em áudios. Segundo a mensagem a que o Portal do Cerrado teve acesso, ela tomou conhecimento do acidente, por volta das 11h15. Ainda de acordo com os relatos dela, “o paciente [estava] sem nível de consciência e desorientado, sangrando pelo nariz ,boca e ouvido ,sentado”. Ela continua e diz que o paciente com trauma crânio-encefálico gravíssimo, fratura e hemorragia, e diz que o paciente foi transportado por uma caminhonete “que ajudou até o encontro da equipe médica.”

O texto abaixo foi mantido na mesma grafia do recebimento:

Boa tarde grupo !!
Sou Estefania a enfermeira citada em alguns áudios,tive conhecimento desse acidente por volta das das 11:15h mais ou menos quando me desloquei da minha residência para prestar socorro,encontro o paciente sem nível de consciência e desorientado, sangrando pelo nariz ,boca e ouvido ,sentado. Posicionei da forma correta para não broncoaspirar. Olhei que tipo de lesão tinha e observei algumas muito grave . Consegui contato com a médica para poder me garantir sobre o transporte do mesmo ,pois em hipótese alguma poderia transporta-lo de qualquer forma . Graças a Deus conseguimos uma camionete que nos ajudou até o encontro da equipe médica . Paciente com TCE gravíssimo,fratura e hemorragia. Na altura do campo de futebol do Ouro ao encontrar com a ambulância, preparamos o paciente ,fui entubado com sucesso e foi diretamente para Barreiras . Segue estável, porém grave. Eu enquanto profissional de saúde não colocaria a vida de nenhum paciente em risco ao menos que um profissional médico me desse um prognóstico e foi o que aconteceu com João ,só saímos de lá no momento em que ele estava estável e os médicos me garantiram que encontraria conosco . Agradeço pois,vieram 03 carros ,com equipe completa e agora é só pedir a Deus para continuar cuidando dele .

O site também procurou a Coordenação Regional do Samu na cidade de Barreiras, que pediu que procurasse a coordenação do município.

O Secretário Municipal da Saúde, o odontólogo João Rocha Mascarenhas, também foi procurado e foi solicitado um posicionamento. Ele respondeu a saudação via Whats App, porém não se posicionou até o fechamento deste texto. Durante a tarde, houve uma nova tentativa mas continuou sem resposta.

Se o servidor público em cargo de chefia, nomeado e escolhido pelo prefeito responder, como deve fazer todos aqueles que ocupam cargos públicos, este texto será atualizado com a explicação da pasta da saúde, à sociedade.

Esta não é a primeira vez que o site registra ambulâncias do município em situações semelhantes. Em abril, um vídeo flagrou uma ambulância quebrada quando deixava o Hospital Municipal Drº Altino Lemos Santiago. (leia aqui e veja vídeo)

Naquela época um áudio que seria de um funcionário da Secretaria Municipal de Transportes, diz que não há carros para levar um paciente a Barreiras na Bahia e informa que até uma ambulância está sem pneus e outros veículos do município estão quebrados.

Menos de uma semana depois, uma ambulância, também do Samu, que voltava de Barreiras onde foi levar um paciente ao Hospital do Oeste, quebrou na altura da localidade de Entroncamento.(leia aqui).

Em maio deste ano, um carro estacionado no leito da BR-135 provocou um acidente com uma ambulância do Samu de Formosa do Rio Preto. Os dois veículos tiveram perda total. Informações que chegaram ao site, é que até hoje as tratativas junto seguro automotivo, não foram regularizados. (leia aqui) e (aqui)

Enquanto isso, sofre a população que por ventura necessitar de atendimento de emergência. E pode ser qualquer um, inclusive quem faz parte da desastrosa administração da saúde pública de Formosa do Rio Preto.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

2 Comentários
Mais antigas
O mais novo Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Deixa quieto

De acordo esse jornalzinho fuleiro, o SAMU tem que chegar no local do acidente antes que aconteça. Rsrsrs
Não seria melhor ligar pra vítima e avisar que sofrerá um acidente, já que estão prevendo o futuro.

Iara

O jornal pode ser fuleiro, mas o ocorrido aconteceu é verídico, e não foi só 4 horas e tem inúmeras testemunha.
A saúde pública no município está um caos, tanto que o rapaz passou direto para Barreiras onde se encontra na UTI.