Brasil perde Cláudio Weber Abramo

Referência no trabalho de combate à corrupção e na defesa da ética, Abramo foi um dos fundadores da organização não governamental (ONG) Transparência Brasil. Era vice-presidente do Conselho Deliberativo da entidade e foi diretor executivo.

O jornalista e matemático Cláudio Weber Abramo, de 72 anos, morreu ontem (12) em São Paulo. O corpo do jornalista está sendo velado desde as 9h no Funeral Home, na Bela Vista, capital paulista. O velório prossegue até as 13h. Às 14h ocorrerá a cremação, no Crematório de Vila Alpina, zona Leste da cidade. Abramo se submetia a um tratamento de combate ao câncer, no Hospital Samaritano.

Além de jornalista, era bacharel em matemática pela Universidade de São Paulo e mestre em filosofia da ciência pela Universidade Estadual de Campinas. Trabalhou nos jornais Folha de S. Paulo e  Gazeta Mercantil, entre outros.

Sobre Darlan Alves Lustosa 8004 Artigos
Darlan Lustosa é formosense que gosta da escrita e acredita que a política é um meio de transformação da vida das pessoas.Vive e mora em Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia, com registro profissional 6978/BA e sindicalizado, sobretudo para fortalecer a causa e defender direitos.
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários