Confusão na Câmara de Luís Eduardo Magalhães tem ovos lançados em vereador e secretário retirado pela PM

Reproduçao

Uma confusão se instalou na Câmara de Vereadores de Luís Eduardo Magalhães, no Extremo Oeste baiano, na noite desta terça-feira (10). Os legisladores discutiam a antecipação da escolha da nova mesa-diretora da Casa para o biênio 23/24, quando a situação saiu do controle.

O fato ocorre também em meio à instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar supostas irregularidades na gestão da saúde e educação do prefeito Júnior Marabá (UB).

No meio da fala, o presidente da Câmara, Fernando Fernandes (UB) quase foi acertado por ovos atirados pela plateia. O secretário municipal de meio ambiente, Renato Faedo, pulou a grade proteção e teve de ser retirado pela Polícia Militar. Uma mulher também foi retirada da sessão pela polícia.

Há relato também de que um tiro teria sido disparado para conter os ânimos. Além de policiais militares da 85ª CIPM, atuaram na ação agentes da guarda municipal e segurança da Câmara.

Após as cenas de violência, a sessão teve de ser encerrada em uma sala onde apenas os vereadores estavam. A eleição para a nova mesa-diretora da Câmara deve ocorrrer ou na próxima sexta-feira (13) ou no dia 17 de maio.

Por meio de nota, o presidente da Câmara de Vereadores informou que será registrado um boletim de ocorrência nesta quarta-feira (11), por meio do procurador da Câmara. A prefeitura também disse, em nota, que houve truculência na retirada do secretário, e que a ação “não condiz com a postura correta de um órgão público”.

A sessão foi retirada do ar, até que a população esvaziasse a casa. Do lado de fora, os moradores de Luís Eduardo Magalhães fizeram um protesto e gritaram palavras de ordem contra os vereadores. A PM também se posicionou por nota, e disse que um reforço maior está sendo providenciado para a próxima sessão, que ainda não tem data definida.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários