Ex-PM suspeito de matar casal em Barreiras fica calado em depoimento e é levado para o presídio

Homem foi preso por porte ilegal de arma de fogo quando passava em uma barreira da Polícia Rodoviária Federal em Seabra.

Ex-PM suspeito de matar casal em briga por som alto na Bahia fica calado no depoimento e é levado para o presídio — Foto: Reprodução/TV Oeste

O homem suspeito de matar um casal de comerciantes em Barreiras no último dia 7, foi transferido ao presídio, depois que ficou calado durante o interrogatório e somente disse que falaria em juízo. Ontem (11) ele foi preso por porte ilegal de arma de fogo na BR-242 em um trecho do município de Seabra na Chapada Diamantina quando passava em uma barreira da Polícia Rodoviária Federal. (leia aqui)

Wilton Bezerra de Luna que seria ex-policial militar teve a prisão preventiva decretada no final da tarde, de acordo com informações do G1 Bahia.

Ele foi transferido para Barreiras nesta terça-feira (12). Em seguida, segundo o G1, a delegada responsável pelo caso, Marineide Pires, informou que o suspeito foi encaminhado para o presídio da cidade.

“O inquérito policial já está mais ou menos em fase de conclusão porque a gente tem um tempo para remeter o inquérito. Agora o preso já está preso preventivamente, sem data para ser liberado”, explicou a delegada ao G1

O ex-PM é suspeito de matar a tiros os vizinhos Sebastião Robson Ribeiro, de 61 anos, conhecido popularmente como “Tião”, e Fernanda da Cruz Fernandes, 46. O crime teria sido motivado por causa de som alto.

Durante a prisão dele, uma pistola calibre 380 e munições foram encontradas no veículo. Aos policiais, o que não tinha autorização para portar a arma de fogo. Também aos policiais ele informou que saiu de Barreiras e tinha como destino a cidade de Carpina, em Pernambuco.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários