Formosa do Rio Preto: maioria dos vereadores rejeita reajuste de 14% para os professores municipais

A proposta da Prefeitura é um reajuste de 14%, porém os professores exigem o reajuste de 33,24%

Foto: José Xavier

Com o Plenário da Câmara Municipal de Formosa do Rio Preto completamente lotado pelos professores municipais, os vereadores votaram dois projetos de reajuste para os servidores municipais, o primeiro a ser aprovado por unanimidade trata-se do reajuste geral da remuneração dos Servidores Públicos do Município de Formosa do Rio Preto de 10,16%.

Esse projeto somente foi validado após aprovação de duas emendas de autoria dos vereadores Manuela, Rosita, Roberto, Lucio, Meletinha que anula o artigo que limita o reajuste mediante ao teto do secretário municipal e inclui os servidores que ganham salário mínimo para equiparação de salário.

Em seguida foi rejeitado o projeto que dispõe sobre o reajuste da remuneração dos Servidores do Magistério Público do Município de Formosa do Rio Preto, por seis votos contrários dos vereadores: Manuela da Saúde, Maria Rosita, Robertinho de Andrade, Lucio, Meletinha e Zé de Zuza, e três favoráveis dos vereadores: Tonho do Bode, Sandoval e Joílson do Sucuriú. O vereador Edson Batista não compareceu à sessão.

A proposta da Prefeitura é um reajuste de 14%, porém os professores exigem o reajuste de 33,24% do Piso Nacional da categoria e comemoraram a rejeição do projeto, na esperança de que ao retornar à Prefeitura, volte à Câmara com a proposta de acordo com os interesses dos professores.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários