Frutas do cerrado: 12 delícias que você precisa conhecer

Montagem: Portal do Cerrado
do original Diário On Line

Considerado como o segundo maior bioma do Brasil, o cerrado ocupa regiões dos estados de Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Bahia, Tocantins, e de Goiás. No que tange sua vegetação, marcado principalmente por árvores de galhos retorcidos e clima bem definido, com uma estação chuvosa e outra seca. Entre tantas características únicas, podemos destacar as frutas do cerrado, que são lindas e carregam consigo sabores fortes e inconfundíveis.

Existem inúmeras delas, no entanto, preparamos uma lista com informações sobre as mais conhecidas e consumidas pelos brasileiros. Pode ser que você conheça algumas muito bem, como o pequi. Entretanto, existem algumas que podem ser completas desconhecidas, o que já é um incentivo a mais para que você as experimente.

1 – Cagaita

Frutas do Cerrado, Cagaita, Bahia, Bioma
Reprodução

Uma das mais conhecidas da região, é famosa por ser bem pequena, com a casca amarela esverdeada e polpa suculenta e ácida, o que lhe garante um sabor azedinho que é uma delícia!

Rica em vitaminas do complexo B, vitamina C e niacina, encontrada nos estados de Goiás, Bahia e Minas Gerais e consumida naturalmente.

2 – Buriti

Reprodução

O Buriti é uma das mais conhecidas frutas do cerrado, florescendo em praticamente todos os períodos do ano. Reconhecida principalmente por sua casa que possui um aspecto bastante peculiar, funcionando como proteção contra roedores.

É rico em vitaminas A, B e C, sem contar que ainda é uma excelente fonte de ferro, cálcio e proteínas. Além do consumo de forma natural, também é possível encontrar deliciosos doces, picolés e sucos

óleo também de grande valor, rico em caroteno e bastante utilizado como vermífugo pelos povos mais tradicionais do cerrado, funcionando também como cicatrizante e energético natural.

3 – Coquinho-azedo

Reprodução

O Coquinho-azedo, que também é conhecido pelos nomes de butiá e coco-cabeçudo, é uma palmeira nativa do cerrado, podendo alcançar até 5 metros de altura, sendo encontrado principalmente em estados como Goiás, Bahia e Minas Gerais.

O fruto amadurece quando sua casca atinge uma tonalidade intensa de amarelo, normalmente, entre os meses de outubro a janeiro. Sua polpa é rica em vitaminas A e C, óleo e potássio, alimentando também diversos animais típicos desse tipo de vegetação.

Sua polpa é bastante consumida em geleias, bolos, picolés, sucos, sorvetes, licores e amêndoas utilizadas na fabricação de pães, doces, canjicas, biscoitos e óleos.

4– Mangaba

Foto: Reprodução/

A Mangaba é o fruto da mangabeira, também conhecida como “mangaba-ovo”. Sua polpa é bem suculenta e tem um sabor azedinho, sendo bastante utilizada na produção de sorvetes, doces, sucos e até mesmo bebidas vinosas.

Embora seja natural da Caatinga, ainda é comum ver a árvore (mangabeira) em diversas regiões do cerrado. O nordeste aprecia o sabor, com maior produção no estado de Sergipe.

5 – Araticum

Reprodução

As frutas do Cerrado sempre nos reservam belezas à parte. Quem é que nunca se encantou com o araticum? Sua casca grossa possui formato e relevos bem particulares, o que acaba fazendo com que seja praticamente inconfundível.

A árvore pode alcançar entre os 4 a 8 metros de altura, sendo que seu crescimento costuma ser bem lento. Apenas para que você tenha ideia, é normal que dê frutos somente após alcançar 2 metros de altura.

No interior da fruta é possível encontrar uma polpa deliciosa e docinha, com sementes lisas e pretas que ficam presas por ali. O mais comum é consumi-la de forma natural, mas ainda é possível encontrá-la em doces, sorvetes e sucos.

6– Bacupari-do-cerrado

Cerrado, Frutas do Cerrado
Reprodução

Esta é uma das mais apreciadas frutas do cerrado, apesar de ser bem provável que você sequer conheça. Ela é nativa do Vale do São Francisco, do Pantanal, Planalto Central e de algumas partes da Mata Atlântica. O destaque vai para sua polpa que é consistente, mas com um sabor bem adocicado.

A árvore pode chegar aos 8 metros de altura, sendo que os frutos amadurecem entre os meses de novembro e dezembro. O mais comum é consumi-la naturalmente.

7 – Murici

Cerrado, Frutas do Cerrado
Reprodução

O Murici é bastante conhecido em todas as regiões do Brasil, mas vale lembrar que são frutas do cerrado. Sua árvore não apresenta grandes estaturas, frutificando no outono. O fruto é bem pequeno, contendo cerca de 8 centímetros, e amadurecendo em cachos.

Costuma ter um tom amarelado ou alaranjado, sendo que a polpa é espessa e possui apenas uma semente. O sabor é inconfundível: docinho e sempre deixando aquele gostinho de quero mais.

Além de ser consumido naturalmente, o Murici ainda pode ser encontrado em geleias, sorvetes, doces, compotas e até mesmo em farinhas! Apenas para que você tenha ideia de seus benefícios, a fruta ainda auxilia no controle da diabetes, sendo rica em fósforo, cálcio, ferro, proteínas e vitaminas B1, B2 e C.

8 – Pequi

Cerrado, Frutas do Cerrado
Reprodução

E por falar nas frutas do cerrado, aqui está uma das mais famosas: o pequi. Sempre gerando alguns conflitos, já que parece não haver meio-termo em relação ao gosto sobre a fruta, é bastante popular nos estados de Goiás e Minas Gerais.

De cor amarela, aroma e sabor bastante característicos, se encontra em uma grande casca verde, se apresentando em caroços revestidos por polpa rica em vitamina C, sendo que por baixo é possível encontrar espinhos… E é aí que mora o perigo!

Para o consumo é preciso literalmente roer o caroço. Nunca morda, uma vez que espinhos infestam a boca.

Por outro lado, também é comum deixar o caroço secar, já que embaixo dos espinhos ainda é possível encontrar uma amêndoa que é bastante saborosa e apreciada. Com ela é possível fazer licores e óleos.

Normalmente, o pequi pode ser consumido junto a outros alimentos, a exemplo de frango e arroz, uma das mais tradicionais receitas goianas.

9 – Pêra-do-campo

Cerrado, Frutas do Cerrado
Reprodução

Também conhecida como Pêra-do-cerrado, perinha-do-campo, cabacinha-do-campo ou simplesmente cabacinha, é uma das maiores frutas do cerrado, podendo pesar entre 60 g 90 gramas.

Sua casca é bem fininha e a polpa possui um sabor bastante característico, já que é doce e, ao mesmo tempo tem um toque azedo. Pode ser consumida ao natural, mas também fica deliciosa sob a forma de “limonada-de-cabacinha-do-campo”, bem famosa na obra do eterno Guimarães Rosa: “Grande Sertão Veredas”, onde cita:

Eu nem tinha começado a conversar com aquela moça, e a poeira forte que deu no ar ajuntou nós dois, num grosso rojo avermelhado. Então eu entrei, tomei um café coado por mão de mulher, tomei refresco, limonada de pêra-do-campo […]”.

10 – Cereja-do-cerrado

Reprodução

As frutas possuem uma polpa espessa e bastante suculenta, macia e de sabor bem docinho. Se você gosta de pitanga, provavelmente irá se apaixonar pela cereja-do-cerrado! Elas são em um arbusto pequeno e quase ornamental, podendo ser consumidas naturalmente ou em geleias, doces, gelatinas e sorvetes. Amadurecem entre os meses de outubro e janeiro.

11 – Jatobá-do-cerrado

Reprodução

Também conhecido como jatobá-do-campo e jatobá-da-serra, a espécie de jatobá encontrado no cerrado possui árvore que pode alcançar até os 9 metros de altura. Seus frutos são apreciados principalmente por populações rurais, sendo que amadurecem entre os meses de agosto e setembro. A massa do fruto já vem sendo utilizada em mingaus, pães e bolos, presentes também em geleias e licores.

12– Gabiroba-do-cerrado

Reprodução

Também conhecida como gabirobeira, guabiroba ou guavirova, é possível ser encontrada em uma planta arbustiva que pode chegar até 1,50 metros de altura. Seus frutos são arredondados e adocicados, aparecendo entre os meses de outubro a dezembro. Sua polpa é esverdeada, suculenta e cheia de sementes.

Possui propriedades terapêuticas como adstringente, antidiarreica, antigripal e até mesmo anti-inflamatória. Além disso, ainda é rica em carboidratos, sais minerais, proteínas, vitaminas C e do complexo B.

Sobre Redação 5858 Artigos
Perfil da redação do site Portal do Cerrado, site com notícias do Brasil, Bahia e em especial a região Oeste do estado
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário
Mais antigas
O mais novo Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Anderson

Adorei conhecer seu blog, tem muito artigos bem interessantes. baixar no mac

Última edição 5 meses atrás por Anderson