Governo prorroga toque de recolher em 26 municípios do Oeste da Bahia

Medida será publicada no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (12).

Av. Brasil em Formosa do Rio Preto em foto de SandroDrones para o Portal do Cerrado

Com taxas de ocupação de leitos de UTI´s exclusivos para tratamento da Covid-19 em 100% em Barreiras, Barra e Bom Jesus do Lapa, cidades com unidades de saúde referência para tratamento da doença, o Governo da Bahia prorrogou na noite desta segunda-feira (11), o toque de recolher em 26 municípios que compõem o Oeste baiano. A medida deverá ser publicada no Diário Oficial do Estado – Doe nesta terça-feira (12).

A restrição de locomoção noturna vale até 26 de maio, sendo vedados a qualquer indivíduo a permanência e o trânsito em vias, equipamentos, locais e praças públicas. Ainda no oeste, a venda de bebida alcoólica continua proibida em quaisquer estabelecimentos, inclusive por sistema de entrega em domicílio (delivery), até 26 de maio.

No mesmo decreto, governo decidiu autorizar o funcionamento de espaços culturais em municípios baianos integrantes de região de saúde onde a taxa de ocupação de leitos de UTI se mantenha igual ou inferior a 75%, por cinco dias consecutivos.

No entanto os espaços culturais desses municípios podem realizar atividades artísticas, sem a participação de público, para transmissão ao vivo ou gravação para posterior exibição, obedecidos os protocolos sanitários estabelecidos. Em Salvador, será considerada a taxa de ocupação de leitos de UTI do próprio município.

As restrições no oeste envolvem os municípios de Angical, Baianópolis, Barra, Barreiras, Brejolândia, Brotas de Macaúbas, Buritirama, Catolândia, Cotegipe, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Ibotirama, Ipupiara, Luís Eduardo Magalhães, Mansidão, Morpará, Muquém do São Francisco, Oliveira dos Brejinhos, Paratinga, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, São Desidério, Tabocas do Brejo Velho e Wanderley.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários