Morre o ex-vice-governador da Bahia Luiz Viana Neto aos 88 anos

A causa de morte de Viana Neto não foi divulgada. Ele foi deputado federal e senador pela Bahia.

Luiz Viana Neto tinha 88 anos. A causa da morte não foi divulgada - Foto: Reprodução

Morreu nesta sexta-feira (13) o ex-vice-governador da Bahia Luiz Viana Neto aos 88 anos em Salvador. A causa da morte dele ainda não foi divulgada. Viana Neto foi vice-governador entre os anos de 1979 e 1983. Ele também foi eleito quatro vezes como deputado federal e senador pela Bahia. Além de político, era empresário, advogado e professor de Direito.

Filho de Luís Viana Filho, ex-governador da Bahia, e de Julieta Pontes Viana, o ex-vice-governador também era tio de Luiz Viana Queiroz, ex-presidente da OAB da Bahia e ex-vice-presidente da OAB Nacional. A entidade divulgou nota de pesar sobre o falecimento de Viana Neto.

“A OAB da Bahia comunica, com profundo pesar, o falecimento do advogado, professor de Direito, empresário e político Luiz Vianna Neto (OAB 1449), 88 anos, ocorrido nesta sexta-feira (13) em Salvador, ao tempo em que se solidariza com familiares, amigos e colegas enlutados”, escreveu.

Biografia – Advogado com bacharelado em Direito pela Universidade Federal da Bahia em 1955 e doutor em Direito pela Universidade de Paris em 1957, Luiz Vianna Neto foi professor na instituição onde se formou. Empresário da construção civil e das comunicações, filiou-se à ARENA e foi eleito deputado federal em 1966, contudo pouco exerceu o mandato por ter assumido a Secretaria de Assuntos Municipais e Serviços Urbanos quando seu pai governava a Bahia (1967-1971).

Luiz Vianna Neto também já foi Diretor do Banco do Estado da Bahia no primeiro governo Antônio Carlos Magalhães foi eleito deputado federal em 1974 e foi escolhido vice-governador do estado quando Magalhães retornou ao Palácio de Ondina por indicação do presidente Ernesto Geisel em 1978.

Restaurado o pluripartidarismo no governo João Figueiredo, ingressou no PDS e foi eleito suplente de seu pai nas eleições para o Senado Federal em 1982. Antes das eleições de 1986 rompeu com seus tradicionais aliados e colaborou com a vitória de Waldir Pires para governador da Bahia sendo que Luís Vianna Neto foi eleito deputado federal pelo PMDB. Assumiu o mandato de senador após a morte de seu genitor em julho de 1990 e naquele mesmo ano foi reeleito para o seu quarto mandato de deputado federal ao longo do qual migrou para o PFL.

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários