Nasa colide nave com asteroide em teste de defesa da Terra

A colisão, prevista para ocorrer às 20h14 com transmissão ao vivo no canal da agência no YouTube

Missão DART: Nasa faz primeiro teste de defesa planetária da história - Imagem: Nasa

A agência espacial americana – Nasa (da sigla em inglês), iniciará nesta segunda-feira (26), mais uma fase da missão Dart (em inglês: Teste de Redirecionamento de Duplo Asteroide), que pretende mudar a trajetória de um corpo celeste capaz de causar problemas ao planeta no futuro. o objetivo de testar defesas contra ameaças à Terra.

Uma aeronave viajará a cerca de seis quilômetros por segundo em direção ao meteoro Dimorphos, pequena lua de 160 metros de diâmetro que ronda o Sistema Solar e, se tudo der certo, o impacto modificará sua órbita.

O resultado da colisão, prevista para ocorrer às 20h14 com transmissão ao vivo no canal da agência no YouTube, será medida por telescópios.

A proximidade com a Terra permite que especialistas em defesa planetária observem e meçam o impacto da sonda que atingirá o asteroide. A escolha da data foi proposital, pois a cada 770 dias, o Didymos, sistema onde o Dimorphos está localizado, fica a 11 milhões de quilômetros de nós.

O alvo da missão é o asteroide Dimorphos, que faz parte de um sistema duplo e orbita, como se fosse um satélite, um outro asteroide maior batizado de Didymos.

Filipe Monteiro, astrônomo do Observatório Nacional, vinculada do Ministério de Ciência Tecnologia e Inovações, destaca que ‘’este é o primeiro teste de defesa planetária da história que tentará desviar a órbita de um asteroide e por isso é muito aguardado tanto pela comunidade científica quanto pela humanidade’’, diz.

Para Filipe Monteiro, embora estes asteroides não representem risco à Terra a missão é relevante para a segurança futura do planeta.

Uma campanha com observatórios terrestres de diversas partes do mundo vai analisar o impacto e os resultados da missão. Aqui no Brasil, participa o Observatório Astronômico do Sertão de Itaparica, instalado na cidade pernambucana de Itacuruba e ligado ao Observatório Nacional.

com Agência Brasil e CNN

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários