Projeto “Era uma vez… e apresente outra vez” realizou ações em Formosa do Rio Preto, Bahia nos dias 28 e 29 de maio

Foram entregues estruturas com acervos de literatura infantil, kits cenográficos e figurinos, além da apresentação de oficinas de teatro

Projeto “Era uma vez… e apresente outra vez, em Formosa do Rio Preto, Bahia, através de Leis de Inventivo à Cultura
Foto: Divulgação

Formosa do Rio Preto, na Bahia, recebeu o projeto “Era uma vez… e apresente outra vez” nos dias 28 e 29 de maio, com entrega de estruturas com acervos de literatura infantil, figurinos, e kits cenográficos e oficinas de teatro para crianças.

O objetivo do projeto foi de apoiar crianças, educadores e toda a comunidade escolar, por meio da entrega de uma estrutura de biblioteca. Além disso, visou fortalecer a expressão, desenvolvimento motor e cognitivo das crianças, por meio das oficinas de artes cênicas.

LEIA MAIS: Portal do Cerrado

As ações também pretenderam estimular a leitura, entregando livros infanto-juvenis para encantar e agregar conhecimento, bem como enriquecer o brincar das crianças, por meio da doação de kits cenográficos com figurinos e objetos cênicos.

O projeto contou com intérpretes de Libras e teve monitor para auxiliar o público no espaço e também orientar os participantes com deficiências físicas, visuais ou que apresentavam espectros, síndromes ou doenças que geravam limitações.

Lei de Incentivo à Cultura, o projeto “Era uma vez… e apresente outra vez” tem a produção da IOS Empreendimentos Culturais, apoio da Komedi Projetos e Incentivar, com patrocínio da SLC Agrícola e realizado pelo Ministério da Cultura, Governo Federal União e Reconstrução.

Instituição que recebeu as estruturas e oficinas: Escola Municipal Dr. Luiz Viana Filho e Escola Municipal Dois de Julho.


Sobre o Ministério da Cultura

A principal ferramenta de fomento à Cultura do Brasil, a Lei de Incentivo à Cultura contribui para que milhares de projetos culturais aconteçam, todos os anos, em todas as regiões do país. Por meio dela, empresas e pessoas físicas podem patrocinar espetáculos – exposições, shows, livros, museus, galerias e várias outras formas de expressão cultural – e abater o valor total ou parcial do apoio do Imposto de Renda. A Lei também contribui para ampliar o acesso dos cidadãos à Cultura, já que os projetos patrocinados são obrigados a oferecer uma contrapartida social, ou seja, eles têm que distribuir parte dos ingressos gratuitamente e promover ações de formação e capacitação junto às comunidades.

Criado em 1991 pela Lei 8.313, o mecanismo do incentivo à cultura é um dos pilares do Programa Nacional de Apoio à Cultura (Pronac), que também conta com o Fundo Nacional de Cultura (FNC) e os Fundos de Investimento Cultural e Artístico (Ficarts).

Projeto “Era uma vez… e apresente outra vez” realizou ações em Formosa do Rio Preto, na Bahia, nos dias 28 e 29 de maio – Foto: Reprodução
Sobre Redação 6225 Artigos
Perfil da redação do site Portal do Cerrado, site com notícias do Brasil, Bahia e em especial a região Oeste do estado
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest
0 Comentários
Comentários em linha
Exibir todos os comentários