Suspeita de matar a mãe em Formosa do Rio Preto teria cometido crime após discussão por causa de biscoito

Sepultamento ocorre na manhã deste sábado (19).

Lídia Carvalho do Nascimento tinha 36 anos - Foto: Redes Sociais

A mulher de 19 anos acusada de matar a própria na tarde de quinta-feira (17) em Formosa do Rio Preto, no Oeste baiano, teria cometido o crime durante uma discussão por causa de um biscoito que vítima teria dado ao neto e filho da acusada. A informação foi divulgada pelo G1 Bahia, citando como fonte a Polícia Civil local, nesta sexta-feira (18).

O crime ocorreu na casa na casa onde a suspeita morava no bairro Morada Nova. De acordo com a divulgação, na ocasião, mãe e filha passavam o dia juntas e ingeriram bebidas alcoólicas.

A discussão começou quando a vítima, Lídia Carvalho do Nascimento, de 36 anos, ofereceu um biscoito ao neto, uma criança que não teve a idade divulgada e filho da suspeita. A acusada teria ficado chateada com a mãe pois ela a contrariou e deu o biscoito ao neto.

Ainda segundo o g1, em depoimento à polícia, a suspeita contou que durante a briga a mãe disse: “pega uma faca e me fura”. A jovem foi presa em flagrante e arma do crime apreendida e apresentada pelos agentes Jurandir Barbosa e Marcelo Henrique à Delegacia Territorial de Formosa do Rio Preto.

O Sepultamento de Lídia, ocorrerá neste sábado (19) às 7h30, passando pela Igreja Menino Jesus no bairro Projeto. Ela deixa além do neto, o pai, mãe, esposo, três irmãos e dois filhos. (leia mais aqui)

com o g1 Bahia

0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário
Mais antigas
O mais novo Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Deixa quieto

Jornalzinho.
Ou a mulher é suspeita ou é acusada. Não poder ser as duas coisas. A não ser que ela seja acusada de um crime e suspeita de outro… Paga alguém e pare de passar vergonha.