A feira livre de Formosa e a ideia de coletividade e afetividade de um povo

Na sua terceira edição, desde que o Sindicato dos Trabalhadores Rurais resolveu estabelecer a feira livre na Av. Bahia, em frente a sua sede,  aconteceu ontem em novo endereço, na Praça Nilo Gonçalves (Seu Nilo), desta vez com organização muito bem elaborada da Prefeitura Municipal, via Secretaria de Agricultura e Secretaria de Infraestrutura, e com apoio do Sindicado, a feira livre de Formosa do Rio Preto  tomou proporções de grandiosidade e sucesso.

As barracas de feira cedidas pela Secretaria Estadual do Trabalho Emprego e Renda – SETRE, numa articulação da Superintendência da Secretaria de Assistência Social, através da Sesol  – Superintendência de Economia Solidária e Cooperativismo –  que esteve por duas vezes em Formosa do Rio Preto quando da realização da Oficina Territorial da Bacia do Rio Grande (em 2017 e maio de 2018) deu a característica adequada compondo o cenário de feira pública organizada. 

Identificada como necessária para a comercialização dos produtos do pequeno agricultor, para pequenos empresários e empreendedores do município, o que se viu ontem para além do comercio em si, foram os reencontros de velhos amigos e sobretudo a ideia de coletividade.

A feira também contou com apresentação musical e  rodas de capoeira.

Estabelece-se ai um grande exemplo

Clique na foto e veja a galeria:

 

 

Sobre Darlan Alves Lustosa 7982 Artigos
Darlan Lustosa é formosense que gosta da escrita e acredita que a política é um meio de transformação da vida das pessoas.Vive e mora em Formosa do Rio Preto, no extremo Oeste da Bahia, com registro profissional 6978/BA e sindicalizado, sobretudo para fortalecer a causa e defender direitos.
0 0 votos
Classificação do artigo
Se inscrever
Notificar de
guest

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

1 Comentário
Mais antigas
O mais novo Mais Votados
Comentários em linha
Exibir todos os comentários
Fatima Nogueira

Está dando certo, sim, apesar de ainda está na etapa de organização. E com certeza as próximas ações do Governo Municipal, de parcerias com associações e produtores instalados no município será imprescindível, assim como a promoção de uma audiência com os agricultores/produtores, Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura, para que se abra espaço também aos trabalhadores que vivem da produção e comercialização de peixes, aves, derivados do leite, artesãos e etc. Isso é fundamental para a comunidade adquirir hábitos de compra e consumo dos produtos oriundos dos sítios, chácaras da nossa região, Formosa. Construindo essa parceria e viabilizando essa troca… Leia mais »